Quarta, 26 de fevereiro de 2020   -     14:17 |
5000onon

SESI e SENAI iniciam turmas do EBEP em Parnaíba

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Piauí (SENAI-PI) e Serviço Social da Indústria do Piauí (SESI-PI) iniciaram, no dia 15 de janeiro, quatro turmas do Programa de Educação Básica articulada com Educação Profissional (EBEP), no município de Parnaíba, garantindo para 60 alunos o ensino médio e a educação profissional técnica.

Para o início do período, a unidade ofereceu um momento especial de interatividade com os alunos. Na oportunidade, a participação do psicólogo e analista do Sebrae Piauí, professor Ricardo Leão, que falou sobre expectativas, atitudes e a decisão dos jovens em serem protagonistas de sua própria história. “É preciso falar para eles que a decisão está nas mãos de cada um, que a conquista de uma vida profissional de sucesso depende do meio, porém muitas vezes o nosso foco tem que está alinhado com aquilo que queremos”, declarou, Ricardo Leão.

Para o diretor do CFP-JMC, Carlos Daniel Freitas, a intenção foi receber os novos alunos com alegria e mostrar o quanto queremos e podemos fazer juntos. “A instituição tem a preocupação em preparar bem esses jovens e o resultado tem sido crescente em todos os sentidos. Ao término do Programa eles aptos a entrar no mercado de trabalho bem mais preparados”, concluiu.

O Senai disponibilizou para EBEP neste ano os cursos Técnico em Edificações, Técnico em Administração, Técnico em Alimentos e Técnico em Informática para a Internet. As aulas são ministradas no Centro de Formação Profissional Jose de Moraes Correia, localizado na Av. Capitão Claro, no horário da manhã.

EBEP:

O EBEP (Educação Básica articulada com Educação Profissional) é uma ação articulada que visa promover a formação integral do aluno, ampliando suas possibilidades de inserção social e produtiva, ao mesmo tempo em que estabelece uma nova dimensão de qualidade na educação. Este Programa permite que o estudante curse o ensino médio ofertado pelo SESI concomitante do curso técnico no SENAI.

* Com informações da Ascom/FIEPI

Dê sua opinião: