Quarta, 23 de setembro de 2020   -     02:33 |

Prefeito suspende contrato com empresa de concurso público investigada na Operação Dom Casmurro

Respaldado pela Justiça, que proibiu em novembro do ano passado a Crescer Consultoria de realizar concursos públicos em qualquer ente da Federação, o prefeito Manoel Lázaro (PT) determinou a suspensão do certame (edital 01/2019) da cidade de Nossa Senhora dos Remédios até que seja concluída a ampla investigação criminal da Polícia Civil do Estado do Piauí, na qual a empresa é citada. 

Conforme decreto publicado na sexta-feira (17), "optando pela preservação do interesse público do município", o gestor suspendeu o contrato até que sejam devidamente apurados os supostos crimes de fraudes em licitações e organização criminosa, pelos quais estão sendo investigados os sócios e colaboradores da empresa Crescer Consultoria, acusados pelo Ministério Público (MP-PI), na Operação Dom Casmurro. 

A decisão do prefeito tem como base a medida cautelar expedida pelo Juiz da Vara Única de Cocal do Piauí, conforme acervo probatório do processo nº 0000616-92.2019.8.18.0046, que suspende todos os contratos da empresa. Deste modo, qualquer procedimento do concurso remediense, de igual em outros municípios, só poderá ser executado após o fim da investigação. 

“Esta Autoridade Gestora verifica a existência das razões de interesse público de alta relevância e de amplo conhecimento a indicar que a manutenção da presente contratação, bem como, do andamento do certame poderá acarretar lesões sérias ao interesse público do Município de Nossa Senhora dos Remédios - PI, haja vista que é fato incontroverso, neste momento, que a Empresa Contratada Crescer Consultoria - ME, seus sócios e colaboradores, estão sob investigação por suposta prática de fraudes em concursos públicos e crime de organização criminosa”, diz o decreto.


Dê sua opinião: