Sexta, 19 de julho de 2019   -     05:49 |
5000onon

Frank Aguiar deixa a política de lado e lota casas de shows de forró no Brasil

Com agenda disputada e carreira consolidada, o cantor e compositor Frank Aguiar retornou aos palcos do país inteiro após disputar em 2018 as eleições de senador da república pelo Piauí.

Fotos divulgadas em suas redes sociais mostram que o artista piauiense segue uma maratona de apresentações e participações em programas de TV, com uma grande estrutura e mais de trinta componentes na banda, fazendo a alegria dos fãs por onde passa.

Ano passado, Frank retornou ao Piauí com o sonho de representar seu povo no senado, candidatando-se ao cargo parlamentar pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB), alcançando cerca de 151.269 votos. Não foi eleito. 

O "Cãozinho dos Teclados" começou a sua carreira política em 2006 quando foi eleito deputado federal pelo PTB de São Paulo com 144,7 mil votos. Em 2008, foi convidado pelo então presidente da república Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para ser o vice na chapa do então candidato a prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT). A intenção era usar sua imagem de artista famoso para ajudar o então “desconhecido” petista que tinha apenas 3% de intenções de votos no início da campanha.

Em 2012 quase foi preterido para a disputa da reeleição, mas teve o seu nome mantido na última hora ajudando, assim, Marinho a se manter no cargo por mais quatro anos. Em 2013, após acordo com o deputado estadual e presidente do diretório paulista do PTB, Campos Machado, o cantor conseguiu negociar sua saída da legenda para ir para o PMDB.

A sua intenção era tentar ser deputado federal novamente em um partido que fizesse base do governo petista. Mas, a sua tentativa para uma vaga na Câmara Federal naufragou.

Com o objetivo de ser um puxador de votos e conseguir pelo menos 200 mil, Frank Aguiar conseguiu apenas 26.013 votos, assim ficando na suplência. Na época, o então peemedebista afirmava estar “arrasado” com a inesperada derrota.

Dê sua opinião: