Quinta, 19 de setembro de 2019   -     03:18 |
5000onon

​Empresários reúnem-se na FIEPI para discutir projeto de gás natural

 

Sob a coordenação da Federação das Indústrias do Estado do Piauí (FIEPI), empresários de diversos segmentos produtivos, dirigentes de entidades e sindicatos patronais da indústria piauiense estiveram reunidos com dirigentes e membros do Conselho Administrativo da Companhia de Gás do Piauí (Gaspisa). A reunião aconteceu no FIEPI, nesta terça-feira (3) e foi presidida pelo Diretor de Assuntos Econômicos da instituição, Freiras Neto.

Na pauta, discussão sobre o levantamento de potenciais consumidores industriais de gás natural no Estado, visando à viabilidade do projeto de distribuição e comercialização pela Gaspisa. “A intenção é que tenhamos uma demanda de volume no mínimo de 50 m³ para que possamos dar o primeiro passo com o projeto”, explicou o presidente da Gaspisa, Roberto Alves Pereira.

Na reunião, o Diretor de Assuntos Econômico da FIEPI, Freitas Neto, indicou o Diretor Regional do SENAI e Superintendente do SESI, para coordenar o encontro e os futuros debates sobre o projeto. “Depois de ouvir a todos que se expressaram aqui na FIEPI e agradecendo a participação de cada um, acho que podemos marcar um próximo encontro que terá a coordenação do Mardônio, para articular com as empresas e representantes das instituições um próximo encontro. Com isso, creio eu que terá um maior número de participantes mais adesões de indústrias ao projeto. A FIEPI está aqui para apoiar e ajudar as empresas do Piauí a crescerem”, afirmou.

Por sua vez, Mardônio Neiva ressaltou que em 2017 o SENAI iniciou um mapeamento sobre a demanda de gás e conseguiu algumas informações importantes, no entanto, não houve avanço. “Porém, agora resolvemos fazer um momento de maneira presencial para que os técnicos pudessem explicar sobre a proposta e discutir novamente a assunto. Com a elaboração de um cronograma de visitas e da divulgação que pode ser feita pelo grupo aqui reunido, com certeza iremos realmente dá viabilidade a esse projeto”, afirmou.

A Gaspisa tem por objeto social a exploração, com exclusividade, do serviço de distribuição e comercialização de gás canalizado, podendo também explorar outras formas de distribuição de gás natural e manufaturado, inclusive comprimido ou liquefeito, de produção própria ou de terceiros, nacional ou importado, para fins comerciais, industriais, residenciais, automotivos, de geração termelétrica ou quaisquer outras finalidades e usos possibilitados pelos avanços tecnológicos, em todo o território do Estado do Piauí.

* Com informações da Ascom FIEPI

Dê sua opinião: