Quinta, 19 de maio de 2022   -     02:47 |

Dia das mães: Comércio do Centro e bairros funcionam até 18h de sábado

Faltando poucos dias para o Dia das Mães, segunda data do ano mais importante do varejo, os lojistas estão otimistas para o aumento das vendas. Esta semana, a expectativa é de que as vendas aumentem de 3% a 5%, já que o comércio em Teresina e em todo o Piauí funciona sem restrições, diferente dos últimos dois anos.

Segundo Tertulino Passos, presidente do Sindilojas/PI, a movimentação dos clientes nas lojas iniciou ainda na última semana de abril com a procura de produtos para presentear e pesquisa de preços. "Essa é uma data muito importante para a atividade comercial e os lojistas estão preparados para atender bem o consumidor, com expectativas positivas de fazer bons negócios e um crescimento em vendas. Cada loja tem sua estratégia para aumentar as vendas com promoções, descontos e facilidades no pagamento, dentre outros atrativos", ressaltou.

No sábado, dia 07 de maio, as lojas do Centro e dos bairros poderão funcionar até as 18h, atendendo os clientes que deixarão para garantir o presente da mamãe na última hora. Leonardo Viana, vice-presidente do Sindilojas/PI, reforça a importância dos clientes fazerem as compras no comércio local, pois, ao comprar na região, o dinheiro continua circulando, ajudando no fortalecimento do varejo, empregabilidade e desenvolvimento socioeconômico da cidade.

"Nosso comércio possui uma grande diversidade de lojas dos mais variados segmentos. Então, se você vai presentear, busque algum estabelecimento local, pois além de contribuir com a economia, você pode levar o produto imediatamente para casa. Este ano, a procura está sendo bem direcionada para calçados, confecções e perfumaria, então, até sábado, ainda estaremos aguardando muitos clientes", diz o lojista.

Segundo levantamento feito em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com a Offerwise Pesquisas, 79% dos consumidores devem realizar pelo menos uma compra no período. Em números absolutos, a expectativa é de que aproximadamente 127,2 milhões de brasileiros presenteiem alguém este ano, o que deve movimentar uma cifra próxima de R$ 28,16 bilhões nos segmentos de comércio e serviços.

Dê sua opinião: