Quarta, 28 de outubro de 2020   -     22:56 |

Universidade Aberta do Piauí é vencedora no Prêmio Piauí de Inclusão Social

A noite dessa quinta-feira (23) marcou a celebração das melhores iniciativas piauienses voltadas para a inclusão social, em 2019. Em sua 15ª edição, o Prêmio Piauí de Inclusão Social prestigia projetos que têm por objetivo melhorar a vida das pessoas, seja na oferta de serviços básicos de saúde e educação, ou da criação de oportunidades de desenvolvimento.

A solenidade foi realizada no auditório da Tupperware, no Centro de Teresina, com transmissão ao vivo pela Rede Meio Norte, e contou com a presença do governador Wellington Dias. Também participaram do evento o secretário de Estado da Educação, Ellen Gera; o secretário de Estado da Segurança Pública, Fábio Abreu; o coordenador de Comunicação do Estado, Allisson Barcelar; e o presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, desembargador Sebastião Ribeiro Martins.

Denominado de Campeonato do Bem, o prêmio trouxe, em 2020, vinte e cinco projetos concorrendo em cinco diferentes categorias. Histórias de incentivo à igualdade social e geração de emprego e renda, que disputaram a premiação, foram apresentadas em reportagens nos veículos de comunicação do Grupo Meio Norte.

“A gente percebe como todos os trabalhos são feitos com o coração, para ninguém soltar a mão de ninguém, para ninguém desistir de um curso, ou de um projeto. Muita coisa boa está acontecendo a partir do trabalho voluntário e contribuindo para uma sociedade mais igualitária. Então, o Campeonato do Bem, que é esse prêmio da inclusão social, merece todo o nosso aplauso”, disse o governador.

O projeto vencedor do grande Prêmio Piauí de Inclusão Social, na categoria Ação Individual, veio da cidade de Francisco Santos. A iniciativa Zero Cárie, que realiza prevenção à saúde bucal de crianças do município, é capitaneada pela cirurgiã-dentista Heloísa Clara Santos, que começou o trabalho ainda em 2017.

Atualmente, o projeto atende 500 crianças de zero a cinco anos, com orientações sobre escovação e demais cuidados básicos com a saúde bucal. “Ter ganhado na categoria para mim é uma honra sem tamanho, são belíssimas histórias. Eu tenho que dividir esse prêmio com as Mulheres de Visão. Me emocionei muito ali atrás com elas, se estão todos aqui é porque realmente é um projeto onde todos se engajam, todos se envolvem. A comissão julgadora é muito competente, mas eu não tenho como não dividir essa honra com todas as iniciativas que estão aqui hoje”, agradeceu Heloísa.

Na categoria Governamental, o projeto vencedor foi a Universidade Aberta do Piauí (Uapi), por meio da qual são ofertados cursos de ensino superior a distância para mais de 5 mil alunos de 120 municípios piauienses. A iniciativa é uma ação do Governo do Estado do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Na oportunidade, o prêmio foi entregue pelo secretário Fábio Abreu para a diretora do polo da Uapi em Jatobá do Piauí, Elizângela Oliveira.

“É muito bom fazer parte disso aqui, vocês não têm noção do que isso representa para nós. Trazemos conosco o propósito de diminuir as diferenças, o resultado implica dizer que nós estamos no caminho certo”, comemora a diretora.

Para o secretário de Estado da Educação, o objetivo é expandir ainda mais o acesso ao ensino superior no interior do estado por meio de mediação tecnológica. “A Uapi tem a grande missão de universalizar o acesso ao ensino superior no estado do Piauí, levando a modalidade presencial para municípios que não contam com oferta de universidades como UFPI, IFPI, Uespi, no modelo que conhecemos. Hoje nós já temos no Piauí 162 municípios com a oferta desses serviços e este ano nós iremos fechar o ciclo permitindo para que cada município piauiense tenha vestibular e que tenhamos turmas em cada uma das 224 cidades do Piauí”, pontua Ellen Gera.

* Com informações da CCOM/PI  

Dê sua opinião: