Terça, 14 de julho de 2020   -     17:14 |

Trump diz que EUA continuarão enviando cloroquina ao Brasil

  Foto: EFE/Chris Kleponis  

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta segunda-feira (15) que o país enviará mais doses de hidroxicloroquina ao Brasil, apesar de uma agência do governo americano ter revogado mais cedo sua autorização para que o fármaco seja usado no tratamento da Covid-19.   

Trump fez a declaração na Casa Branca em uma mesa de debate com vários funcionários do governo chamada “Lutando pelos Sêniores da América”. Perguntado por uma jornalista se os EUA continuariam a enviar hidroxicloroquina para o Brasil e outros países, ele respondeu afirmativamente.  

– Sim, eles pediram, e nós vamos enviar. Não posso reclamar, eu tomei por duas semanas e aqui estamos – afirmou.

Trump acrescentou que não tinha conhecimento do relatório da Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA), que hoje revogou sua autorização para o uso emergencial da hidroxicloroquina e da cloroquina contra a Covid-19, por considerar que provavelmente não são eficazes.

Dirigindo-se ao Secretário de Saúde dos Estados Unidos Alex Azar, Trump disse não entender como isso era possível com tantas “pessoas felizes” com resultados da hidroxicloroquina.

– Temos ótimas notícias vindas da França, da Espanha, de outros países – disse o presidente americano.

Azar ressaltou que, sob instruções do presidente, seu departamento continuou a estudar o efeito do medicamento nos estágios iniciais da doença e que os dados negativos obtidos foram de pacientes em estado muito grave.

Trump apontou então que esses pacientes estavam em estado grave e que não iriam se recuperar de qualquer forma.

– Tudo o que sei é que temos relatórios fantásticos, e muitas pessoas me disseram que acham que a hidroxicloroquina salvou suas vidas – disse Trump.

O presidente americano lembrou que havia tomado o medicamento por duas semanas como medida preventiva.

– Tomei, me senti bem tomando, não sei se teve efeito, mas certamente não me prejudicou – concluiu.

* Com informações da agência EFE

Dê sua opinião: