5000onon

Sem dinheiro, organização deixa de invadir terras no governo de Bolsonaro

Nos primeiros 100 dias de governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) registrou só uma ocupação de terra no País. Situação bem diferente da registrada no mesmo período de 2018, quando ocorreram 43 invasões de propriedades.

O Estadão credita o novo cenário a dois fatores: “além do impacto do discurso de criminalizar movimentos, as organizações sociais estão sem dinheiro”. Antes, os movimentos eram financiados por entidades ligadas ao PT.

Neste mês, que devia ser o marco da mobilização pelo país, os sem-terra nem sequer aparecem nos relatórios da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Os dados são usados pelo governo para antever protestos.

As atividades dos sem-terra já estavam em ligeiro declínio de 2015 para cá, segundo dados da Comissão Pastoral da Terra (CPT), e acabaram ainda mais esvaziadas neste primeiro trimestre.

*Com informações do Estadão

Dê sua opinião: