Quarta, 17 de julho de 2019   -     21:49 |
5000onon

Pressionado por dívidas, Wellington Dias antecipa recolhimento do ICMS sobre energia

O decreto nº 18.196/19 assinado ontem pelo governador antecipa para quarta-feira(10) o recolhimento do ICMS sob a distribuição de energia elétrica dos meses de março, abril e maio de 2019. O governo ofereceu desconto para receber o imposto antecipado.

A conta não fecha

Sem poder recorrer a novos empréstimos para pagar fornecedores e sob pressão de setores trabalhistas, Wellington Dias (PT) antecipa o recolhimento do ICMS do maior contribuinte do Estado.

"Ao antecipar a cobrança do ICMS, o governador abre mão de receita. No fundo, ele está financiando o Estado numa manobra financeira que, bem ou mal, custa dinheiro", diz o Jornal Diário do Povo.

Imagem: Reprodução

Segundo o documento denominado RREO, o governo de Wellington Dias entrou o ano novo devendo R$ 848 milhões a fornecedores – são os chamados restos a pagar. A dívida é referente ao exercício de 2018. Se ainda somarmos os restos não-processados, que são as despesas não liquidadas, o valor passa de 1,2 bilhões de reais. São centenas de empresas que não recebem pelos serviços prestados há muito tempo, conclui o Jornal.

Dê sua opinião: