Sexta, 19 de julho de 2019   -     04:52 |
5000onon

Preso por estelionato é suspeito de aplicar golpes em mulheres grávidas em Parnaíba

 Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Um homem foi preso suspeito de aplicar golpes em mais de 10 mulheres grávidas da cidade de Parnaíba, no Litoral do Piauí. De acordo com a investigação da Delegacia de Crimes contra o Patrimônio (Depatri), o suspeito prometia agilizar o salário-maternidade das vítimas e desaparecia depois que as vítimas pagavam uma quantia em dinheiro pelo serviço.

De acordo com o delegado Rodrigo Luna, titular da Depatri, o suspeito procurava mulheres grávidas e afirmava que tinha 'amigos' servidores do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), que poderiam acelerar o processo para conseguir a liberação do salário-maternidade (um benefício destinado a pessoas que se afastam do trabalho por motivo de nascimento de filho).

O suspeito identificado como Francisco das Chagas dos Santos, conhecido como ‘Frank’, cobrava uma quantia em dinheiro para 'agilizar' o benefício, o que nunca acontecia. Segundo o delegado Rodrigo, a maioria das vítimas eram mulheres carentes e moravam em Parnaíba.

“Algumas pegaram emprestado o dinheiro para poder pagar ele. O suspeito conversava, inventava uma história, pedia cópia de documentos delas, dizia que seria R$ 1.800 o valor do salário e as pessoas caíam na história, pois na verdade não tinha nada”, contou o delegado Rodrigo.

 Foto: Kairo Amaral/ TV Clube

Depois que as mulheres pagavam a taxa, ele deixava de atender à ligações ou responder mensagens enviadas pelas vítimas. O suspeito foi preso em sua casa, em Parnaíba. Ele foi autuado pelo crime de estelionato, que prevê pena de um a cinco anos. Segundo o delegado, as penas determinadas para cada caso podem ser somadas.

Durante a busca na casa do suspeito, os policiais encontraram diversos documentos de possíveis vítimas. “A investigação continua. Possivelmente há outras vítimas, não só as que foram na delegacia”, disse o delegado.

* Com informações do G1 PI

Dê sua opinião: