Terça, 23 de julho de 2019   -     02:45 |
5000onon

PF troca delegado de inquérito que apura invasão em celular de Sérgio Moro

 Foto: Reuters/Adriano Machado 

A Polícia Federal (PF) mudou o comando da investigação que apura invasão no celular do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. Os nomes dos delegados não foram confirmados pela PF.

A PF já instaurou quatro inquéritos para investigar o vazamento de mensagens do celular do ministro Moro e também de procuradores da força-tarefa da Lava Jato.

De acordo com a investigações, hackers clonaram o número de Moro, abriram ou reativaram a conta do ministro no Telegram e se passaram por ele. Moro desativou a linha invadida.

A troca dos delegados não teria sido motivada por desempenho, segundo fontes ouvidas pela reportagem. O delegado que estava à frente da investigação já cuidava de outro inquérito – que apura o vazamento de pelo menos 5 operações policiais a criminosos – e era preciso ter alguém com foco maior no inquérito sobre hackers.

Investigação

O celular do ministro já foi periciado mas, segundo investigadores, não é fácil identificar o autor da invasão porque crimes cibernéticos são extensos e complexos.

Os investigadores estão colhendo indícios sobre a autoria e método do acesso de hackers a conversas privadas do ministro.  

* Com informações do G1


Dê sua opinião: