5000onon

Pastor profetiza que Bolsonaro sofrerá 2º atentado ordenado por "forças políticas que não querem a mudança"

O pastor Sandro Rocha, da Igreja do Porto de Cristo em Guaratuba (PR), publicou um vídeo em suas redes sociais comentando sobre uma visão que teve, um sonho profético onde ele via o presidente Jair Bolsonaro sendo alvo de um novo atentado. Ele já havia profetizado que Bolsonaro ganharia as eleições de 2018.

Segundo o sonho, Bolsonaro será alvo de cinco tiros, dois o atingirão. Um segurança também será ferido. A profecia diz que isso acontecerá no mês de junho e que uma grande guerra se iniciará no Brasil, com muito sangue sendo derramado.

"O senhor me deu uma visão, ele me mostrou o nosso presidente Jair Messias Bolsonaro vai sofrer outro atentado a sua vida, só que dessa vez vai ser à bala. O presidente vai estar em um lugar público com seus seguranças, e ele vai sacar a arma, eu acho que um revólver, e vai disparar cinco vezes contra o presidente, vai acertar dois tiros, mas o presidente não vai morre”, relata o pastor enquanto caminhava pela praia de Guaratuba.

Ao dar detalhes do que viu em sonho, Rocha diz que o atentado não será orquestrado pela esquerda, mas sim do centro-direita, pessoas que estão incomodadas com o enfrentamento contra a corrupção feito pelo governo de Jair Bolsonaro.

Sem dar nomes, o pastor revela que o ataque foi orquestrado por um general e um juiz, que se sentem prejudicados pelo atual governante. Segundo Sandro Rocha, o mês de julho será crucial no que ele chamou de Revolução no Brasil.

"Vai haver uma guerra entre generais! O bicho vai pegar! Deus me mostrou um trator com arado e disse : “Eu vou limpar a terra” – afirmou o pastor, que já havia profetizado que Bolsonaro ganharia as eleições de 2018.

Sandro também comentou sobre um anjo enviado por Deus para apoiar Bolsonaro: o general Augusto Heleno. Ele será o responsável por destruir os projetos ligados ao grupo do centrão político do Brasil.

Com milhares de visualizações, o vídeo do pastor tem sido compartilhado nas redes sociais como Facebook e WhattsApp, atraindo a atenção de cristãos de todo o país.


Dê sua opinião: