Domingo, 12 de julho de 2020   -     12:19 |

“Nunca telefonei pro Fabrício Queiroz”, diz advogado de Bolsonaro

 Foto: Reprodução  

Dono do imóvel onde Fabrício Queiroz foi preso em Atibaia, no interior de São Paulo, o advogado Frederick Wassef declarou que é vítima de uma armação para incriminar o presidente Jair Bolsonaro. Em entrevista à Folha de S. Paulo, neste sábado (20), Wassef negou ter abrigado o ex-assessor de Flávio Bolsonaro ou ter feito contato com algum membro da família de Queiroz.

– Nunca telefonei para o Queiroz, nunca troquei mensagem com Queiroz nem com ninguém de sua família. Isso é uma armação para incriminar o presidente. Meu escritório estava em obras. Os móveis estavam do lado de fora. Não tinha nada lá. Vi na TV que encontraram um malote. Isso foi plantado. Não escondi ninguém. Estão me atribuindo coisas que não fiz – declarou o advogado.  

Wassef advoga em nome de Bolsonaro e dos filhos Flávio e Carlos. Amigo do presidente há seis anos, foi ele quem quem apresentou o secretário-executivo do Ministério das Comunicações, Fábio Wajngarten, ao chefe do Executivo.

Primeiro a incentivar a candidatura de Bolsonaro à Presidência, o criminalista foi responsável pela opção de Bolsonaro pelo Hospital Albert Eistein quando o então candidato à Presidência foi esfaqueado em atividade de campanha em Juiz de Fora (MG).  

* Com informações do Pleno News

Dê sua opinião: