5000onon

Inovação: Governo cria banco genético para tratar de casos de crimes e corrupção

O presidente Jair Bolsonaro determinou nesta terça-feira, ao lado do secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Luiz Pontel de Souza, a abertura do Banco Nacional de Perfis Genéticos (BNPG) que vai conter os perfis de aproximadamente 6.500 condenados em casos de crimes e de corrupção e também vai prever inúmeras ações de capacitação de profissionais de segurança do governo federal.

Esse banco será instituído na unidade de perícia oficial do Ministério da Justiça e Segurança Pública e será "administrado por perito criminal federal habilitado e com experiência comprovada em genética".

"Serão indicados peritos oficiais de natureza criminal, administradores dos respectivos bancos de perfis genéticos, aprovados pelas unidades federativas das regiões signatárias do acordo de cooperação", estabeleceu o decreto que saiu no "Diário Oficial da União".

No fim de abril, o Ministério da Justiça apontou que esse banco terá um lado acusatório e outro que envolve eventuais comprovações de inocência de suspeitos de cometer crimes.

De acordo com a pasta, o maior banco de dados de perfis genéticos do mundo é o da China, com mais de 50 milhões de perfis inseridos. O banco nos Estados Unidos possui mais de 13,5 milhões de perfis genéticos de condenados em crimes.

*Com informações do Valor Econômico



Dê sua opinião: