Domingo, 21 de julho de 2019   -     18:35 |
5000onon

Guilherme Boulos participa de protesto contra o PT no Piauí

Guilherme Boulos, que foi candidato à presidência da República pelo PSOL, aliado de Lula e apoiador de Fernando Haddad no segundo turno das eleições de 2018, participou de uma manifestação dos professores e estudantes da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), em Teresina, na manhã desta quarta-feira (10).

Imagem: Reprodução

A classe dos servidores completa 24 dias de greve por conta da falta de reajuste salarial e infraestrutura na instituição. Houve, há uma semana, sem sucesso, uma tentativa de negociação junto ao governo de Wellington Dias (PT).

Imagem: Reprodução/GP1

Em entrevista ao Portal GP1, o professor Antônio Dias, também membro da ADCESP, disse que a "Uespi está morrendo aos poucos porque o governo está deixando de financiá-la, a Uespi não tem autonomia financeira, não tem autonomia administrativa, os campi não têm material de expediente, não tem estrutura física adequada".

Foto: Reprodução/ADCESP

"Nós temos que lutar pelos nossos direitos, e o direito a educação é uma das maiores lutas que nós temos. Defender a universidade pública e gratuita, investimento em educação, em todos os níveis, federal e estadual, defender a autonomia universitária, a valorização dos professores, defender políticas de assistência estudantil", falou Guilherme Boulos, enquanto caminhava ao lado dos manifestantes, pela Avenida Frei Serafim.

Ainda segundo Antônio, o governador Wellington Dias não atendeu às exigências propostas pelo movimento. O professor declarou os projetos do governo como “vagas promessas".

“Tivemos um encontro com o governador e ele se limitou a fazer vagas promessas, nós queremos propostas concretas, que o governador coloque no papel e declare publicamente o que pode fazer pela Uespi. Isso é uma negociação”, disparou.

Dê sua opinião: