Segunda, 13 de julho de 2020   -     16:45 |

Governo e BB lançam programa de crédito para famílias de estudantes

 Foto: Reprodução  

O governador Wellington Dias lançou, nesta segunda-feira (13), o Programa Merenda em Casa, em parceria com o Banco do Brasil. Por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), foi desenvolvido o aplicativo Carteira BB, que disponibilizará um crédito para auxiliar as famílias de alunos da rede estadual de ensino.

UM RITO DE PASSAGEM

Foram investidos R$ 3,5 milhões e 51.608 famílias serão beneficiadas na primeira etapa do programa. O valor do benefício varia de R$ 60 a R$ 360, que poderá ser utilizado diretamente no aplicativo para fazer compras e transferências.

“O aplicativo foi estudado e agora está sendo testado e inaugurado no Piauí, certamente será um produto para o Brasil, com o objetivo de que os alunos e as famílias possam, de forma moderna, fazer compras em supermercados e farmácias que recebam cartão de crédito somente apresentando esse aplicativo. O objetivo é que a gente tenha o atendimento social para essas famílias, que também são do Cadastro Único do Bolsa Família e são de baixa renda, com isso também contribuir com economia. É uma maneira de fazer o dinheiro chegar às famílias sem ter a situação de aglomerações, sem precisar ir ao banco”, destacou o governador.

O aplicativo Carteira BB estará disponível para download a partir desta terça-feira (14) nas lojas de aplicativos, tanto para Android quanto para IOS e, partir do dia 16 de abril, inicia o crédito do auxílio. Para saber se será contemplada nesta primeira etapa, é necessário acessar o site seduc.pi.gov.br/merendaemcasa utilizando o CPF do responsável

“A Secretaria da Educação, nessa parceria com o Banco do Brasil, está cumprindo o direito da alimentação escolar para os nossos estudantes da rede estadual de ensino. Neste momento, as famílias beneficiárias já foram informadas pelo sistema do Banco do Brasil. Nesta primeira remessa, são 51.608 famílias beneficiadas e elas já podem consultar no site da Seduc sobre aquelas que estão contempladas nesta primeira remessa. As pessoas que não foram contempladas poderão também acessar o site e fazer o registro para que já possamos fazer a composição da próxima remessa, lembrando que neste momento a priorização foi para as famílias mais carentes da rede estadual, com os estudantes que são de famílias ativas do Bolsa Família”, afirmou o secretário de Estado da Educação, Ellen Gera.

O programa pretende contemplar mais 18 mil famílias de baixa renda, que serão cadastras ou atualizadas na base de dados.

O superintendente do Banco do Brasil, Fernando Barros, ressalta que as famílias beneficiadas não precisam se dirigir às agências bancárias. “Esse programa visa, acima de tudo, levar às nossas famílias piauienses a oportunidade, nesse momento de dificuldade, de acesso a refeição. O banco apoia, no sentido de dar oportunidade de, por meio desse aplicativo, evitar aglomerações. Portanto, não há necessidade de dirigir às agências, pois a Secretaria da Educação já nos forneceu toda a base de dados e disponibilizaremos, a partir da quinta-feira, o crédito para todos. É importante evitar o máximo possível o saque, utilizando as opções crédito ou débito e transferência eletrônica, evitando a ida a agências e preservando a vida” , destacou Barros.

Aviso importante:

Quando for baixar o aplicativo, é importante que o usuário fique atento ao desenvolvedor do aplicativo, que é Banco do Brasil S/A, para evitar fraudes.   

* Com informações da CCOM

Dê sua opinião: