Sexta, 10 de julho de 2020   -     03:52 |

Firmino Filho proíbe comercialização de eletrônicos, eletrodomésticos e vestuário em supermercados

Foto: Reprodução

Os supermercados, hipermercados, mercados e estabelecimentos congêneres não poderão comercializar produtos eletrônicos, eletrodomésticos, artigos de vestuário e outros produtos considerados não essenciais. A medida consta no decreto 19.742, assinado pelo prefeito Firmino Filho, neste sábado (09), e será válido até ulterior deliberação.

De acordo com o prefeito, estes estabelecimentos só poderão comercializar gêneros alimentícios e similares, produtos de higiene, de limpeza e aqueles considerados essenciais para a sobrevivência humana. Ao assinar o decreto, o prefeito levou em consideração o aumento no número de pessoas nesses tipos de estabelecimentos. “O que a gente percebe é que há muitas pessoas circulando nos supermercados e hipermercados, muitas vezes para a aquisição de produtos não essenciais. A aglomeração de pessoas se transformou num grande meio de propagação do vírus, que poderá ser prejudicial para todos, caso não sejam cumpridas regras específicas e intensificadas as medidas de segurança”, comentou.

A Prefeitura de Teresina tem trabalhado para garantir medidas que minimizem a propagação do novo coronavírus na capital. Em março, foram suspensas as atividades esportivas, culturais e educativas nas escolas da rede pública da capital, assim como a suspensão do funcionamento de atividades econômicas e comerciais, excluindo os serviços considerados essenciais. O sistema de transporte público também passou por alterações, permitindo seu uso, exclusivamente, por trabalhadores que estão atuando nos serviços considerados essenciais. “Ao longo do tempo estamos observando o comportamento do vírus na nossa capital e adotando as medidas que são necessárias para garantir a segurança da população. Todas as ações vêm no sentido de garantir a preservação das vidas, que é a nossa prioridade”, reforçou.   

Teresina já contabiliza 733 casos confirmados do novo coronavírus e 19 óbitos, segundo o último boletim epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde. A maioria dos casos foi registrada na zona Sul. Ao mesmo tempo em que o número de casos está aumentando, os índices de isolamento social vão caindo. O índice recomendado pelas organizações de saúde é de pelo menos 73%, mas a capital tem registrado índices inferiores a 50%. 

* Com informações do Fala Piauí

 

Dê sua opinião: