Quarta, 26 de fevereiro de 2020   -     13:14 |
5000onon

Dudu denuncia assédio moral praticado pela Prefeitura contra a Guarda Municipal

Em seu discurso no plenário da Câmara Municipal de Teresina, o vereador Dudu (PT) fez sérias denúncias de assédio moral contra a guarda municipal e as más condições de trabalho oferecidas pela Prefeitura de Teresina aos servidores municipais. 

Dudu afirma que é um verdadeiro absurdo os profissionais não terem se quer condições dignas de trabalho. “É inaceitável termos banheiros femininos e masculinos apenas separados por meia parede e alojamentos inadequados sem a mínima estrutura onde os guardas descansam no chão. Outro ponto grave é que no alojamento feminino as mulheres não possuem o mínimo de privacidade, uma vez que o local tem uma porta transparente. Assim, as guardas precisam colocar toalhas e lençóis para tapar a porta. O guarda também não pode ir de casa para o trabalho fardado, pois existe uma norma contrária a isso. Até as quentinhas oferecidas aos profissionais são de péssima qualidade. Por que ao invés de fornecer as refeições, a gestão municipal não reverte o valor em ticket refeição para que os profissionais possam se alimentar no lugar que desejam, como é feito com a Polícia Militar e Civil?”, indagou o vereador Dudu.   

Na sessão, o parlamentar apresentou um requerimento no qual solicita a presença do comandante da Guarda Municipal e do Secretário Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), Samuel Silveira, para prestar esclarecimentos sobre as condições de trabalhos disponibilizadas aos servidores. O documento aprovado em plenário ainda requer informações sobre a jornada de trabalho e intervalos intrajornada, bem como sobre o auxílio alimentação, condições dos alojamentos, refeitórios e banheiros da sede da Guarda Municipal.

 “Os servidores necessitam de condições digna de trabalho. Não adianta a Prefeitura na campanha institucional falar do avanço da Guarda Municipal e na prática desdenhar de uma categoria de extrema importância para a nossa cidade. Por isso, convidamos por meio de requerimento para que possam comparecer aqui na Câmara, o secretario Samuel Silveira, que é delegado de polícia, e o comandante da Guarda Municipal para dar às devidas explicações sobre essa situação lamentável. É fundamental que possamos encontrar uma solução para resolver os maus-tratos aos servidores da guarda”, disse Dudu.

* Com informações da Ascom  

Dê sua opinião: