Sexta, 20 de setembro de 2019   -     15:10 |
5000onon

Deputados desconfiam que Margarete Coelho esteja tentando enfraquecer o pacote anticrime de Moro

O repórter Igor Gadelha do O Antagonista informa que parlamentares que compõem o grupo de trabalho criado na Câmara para analisar o projeto do ministro Sérgio Moro desconfiam que uma deputada estaria preparando um parecer paralelo.

"Trata-se de Margarete Coelho, do PP do Piauí, que preside esse grupo de trabalho". O relator designado inicialmente é o deputado Capitão Augusto, do PL (antigo PR) de São Paulo, mais alinhado a Moro.

Ele é um dos parlamentares que desconfiam de um possível parecer paralelo de Margarete, que seria bem mais ameno que o seu e enfraqueceria, e muito, o projeto original de Moro.

“O motivo da desconfiança foi a deputada só ter convocado para audiências no grupo especialistas contrários ou críticos às propostas de Moro. Além disso, chamaram a atenção mensagens de Margarete no grupo de WhatsApp formado para discutir o tema em que ela diz estar “catalogando” as sugestões desses especialistas", diz o jornalista.

Esta não é a primeira vez que Sergio Moro sofre resistência de setores do Congresso.

Margarete Coelho é prima do Medebista Marcelo Castro, tem por líder político Ciro Nogueira (Progressista) e é aliada de primeira hora de Wellington Dias PT), no Piauí.

Dê sua opinião: