5000onon

Bolsonaro e Ministro Augusto Heleno explicam gastos com cartão corporativo

Em transmissão realizada no Facebook, nesta quinta-feira (07), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o ministro Augusto Heleno explicaram o aumento de 16% nos gastos do cartão corporativo pela Presidência da República. Segundo eles, houve um acúmulo de gastos por causa da transição das equipes de governo.

"Foi colocado por uma parte da imprensa de maneira incorreta. Esqueceram que nós estávamos vivendo o período da posse, que em janeiro de 2018 era o presidente da república e que não tinha nem vice-presidente. E agora em janeiro de 2019, nós tínhamos o presidente que estava deixando poder, o presidente que foi eleito e mais o vice-presidente", explicou o ministro Augusto Heleno.

O ministro completou: "Todo o aparato para a posse, a vinda de presidentes estrangeiros, altas autoridades, todo esse movimento, é lógico que acabou fazendo com que o cartão corporativo aumentasse sua despesa. Noticiaram como se tivesse sido uma extravagância, o que não aconteceu".

Bolsonaro ressaltou que, de forma global, houve redução de 28% e que a imprensa não se deu ao trabalho de divulgar com ênfase. 

A transmissão na rede social rendeu mais de 500 mil visualizações em apenas 20 minutos.

Dê sua opinião: