Sábado, 04 de dezembro de 2021   -     14:09 |

Wellington e Rafael Fonteles confirmam aumento salarial para servidores em 2022

O governador Wellington Dias (PT) confirmou nesta segunda-feira (25) reajuste salarial para os servidores públicos do estado em 2022. Segundo o secretário de Fazenda Rafael Fonteles, o aumento valerá para todas as categorias. 

“Graças a Deus no dia 31 de dezembro acaba a maldita lei do teto, aprovada pelo governo federal que impede reajuste salarial. Estou aqui para dizer: sim, vamos dar reajuste em 2022 e vamos recuperar os salários”. 

Tanto o governador como o secretário Rafael Fonteles não adiantaram de percentual que poderá ser o acréscimo. Conforme Wellington Dias, o governo do estado realiza, neste momento, um levantamento a fim de que a proposta seja enviada para Assembleia Legislativa do Piauí (ALEPI). 

“Com o fim do limite do teto que termina em dezembro nossa equipe está intimando os últimos dados para encaminharmos para a Assembleia para o reajuste, que claro terá que ser realizado levando em conta a capacidade do estado, mas também com o compromisso de garantir a recuperação salarial. O dinheiro é bom pra o servidor, mas também para a economia porque circula em muitas mãos”, pontuou o governador. 

Rafael Fonteles pontuou que não foi possível conceder o reajuste salarial ainda neste ano, devido a Lei Complementar nº 173/2020, instituída pelo governo Bolsonaro. A medida proíbe, até 31 de dezembro de 2021, de conceder vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração de servidores públicos da União, Estados, Distrito Federal e Municípios por conta da pandemia.

“Não será dado em 2021 por entendimento a Lei Complementar Federal 173. Estamos fazendo as projeções para saber o que é possível avançar, mas todas as categorias do estado receberão reajuste em 2022”, pontuou.

As declarações foram dadas durante a abertura durante a abertura da Semana do Servidor Público, no Centro Administrativo, onde serão sorteados dois carros. Também participam da solenidade, a deputada federal Rejane Dias (PT) e o secretário de Planejamento do município de Teresina, João Henrique Sousa. 

*Fonte: Cidade Verde

 

Dê sua opinião: