Domingo, 26 de junho de 2022   -     05:34 |

Suplente Júnior Macêdo é impedido de assumir vaga na Câmara

O presidente da Câmara Municipal de Teresina, Jeová Alencar (Republicanos), afirmou na manhã desta terça-feira (21) que o regimento interno da Casa impede a posse de Júnior Macêdo (PSD) na vaga do vereador Renato Berger, atualmente ocupada por Antônio José Lira (Republicanos).

Jeová explicou que por ter desistido de assumir na época por questões pessoais, Júnior perdeu a vez. “Existe aqui o regimento da casa, existe a lei orgânica e aqui eu evoco o artigo 41, parágrafo segundo. Onde é bem claro, houve a vacância, o Renato assumiu uma secretaria, o suplente Júnior e a suplente Cida enviaram um documento mostrando a impossibilidade de assumir a vaga naquele momento por questões pessoais e foi chamado, então, o vereador Antônio José Lira, o suplente que hoje está aqui como vereador. Nesse quesito aí eles não podem mais voltar para essa vacância a não ser que o Renato retorne à câmara e aí o jogo zera”, explanou.

Não é nada pessoal e muito menos político, tenho o maior respeito pelo Júnior Macêdo, é um cidadão do bem, amigo nosso”, enfatizou o vereador Jeová Alencar.O presidente alegou ainda que há uma discussão que possa ter ocorrido uma renúncia tácita, mas que isso não será pauta para uma discussão agora. “Há até quem discuta que existiu uma renúncia tácita, mas isso é para discussão futura. Nesse momento, seguindo a lei orgânica seguindo e o regimento interno dessa Casa o suplente Júnior Macêdo fica impossibilitado de assumir”, reforçou

“Nós não vamos judicializar, nós vamos apenas seguir o regimento da Casa, seguir a lei orgânica e nada mais”, concluiu Jeová Alencar ao responder se a Câmara entrará na Justiça caso Júnior assuma a vaga.

Entenda

 O suplente de vereador Júnior Macêdo (PSD) protocolou, nessa segunda-feira (20), requerimento na Câmara Municipal solicitando a sua posse no cargo de vereador com a vacância deixada por Renato Berger, que assumiu a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, e da ida do primeiro suplente, Eduardo Draga Alana para a Secretaria da Juventude.

Na época, Júnior e Cida Santiago, a terceira suplente, não assumiram alegando questões pessoais, em razão disso o quarto suplente, Antônio José Lira assumiu a vaga. “Não pude assumir antes, tive uma perda familiar que me abalou muito, mas agora estou pronto para exercer o mandato e honrar os votos dos meus eleitores”, disse Júnior Macêdo, que afirmou que está na hora de assumir o cargo que é seu por direito.

Dê sua opinião: