Sábado, 19 de junho de 2021   -     18:48 |

Rafael Fonteles destaca investimento de R$ 500 milhões em obras nos 224 municípios do Piauí

O governador Wellington Dias e o coordenador do PRO Piauí e secretário de Estado da Fazenda, Rafael Fonteles, lançaram ontem (8) a 2ª etapa do PRO Piauí Municípios. O programa levará obras a todas as cidades do Estado para melhoria da infraestrutura, qualidade urbana dos municípios e qualidade de vida do povo piauiense.

O PRO Piauí Municípios consiste em um conjunto de obras, ações e equipamentos importantes nas mais diversas áreas em todas as regiões do Piauí. As obras e ações serão executadas em parceria com os municípios, com diferentes fontes de recursos, como o Tesouro Estadual e emendas parlamentares.

Nesta etapa, serão investidos mais de R$ 500 milhões, contemplando os 224 municípios. Sessenta e quatro cidades já receberam asfaltamento urbano e serão contempladas mais 65. Com calçamento, 157 cidades já foram beneficiadas e as ruas de mais 118 serão calçadas. Com água e saneamento, 37 municípios já foram contemplados e mais 57 entrarão na lista. E com obras em estádios, campos de futebol e quadras poliesportivas, 15 cidades já receberam e mais 29 serão contempladas.

“Cada pessoa precisa de qualidade de vida onde ela vive e o programa integra ações para levar desenvolvimento aos municípios do Piauí, com mobilidade urbana, pavimentação asfáltica e poliédrica, abastecimento e saneamento básico, construção e melhoria da estrutura de praças, estádios, campos de futebol e mercados públicos. Vamos fazer o dinheiro circular na economia e dar novas oportunidades para os piauienses”, disse o governador.

Segundo Rafael Fontelles, o programa é a continuidade de um conjunto de obras e ações nos 224 municípios do Piauí. “Essas obras levarão desenvolvimento econômico, geração de emprego e renda, mas principalmente qualidade de vida para a população do campo e da cidade. São pequenas e médias intervenções que farão a diferença em cada município. Teremos ainda outros capítulos, que envolverão grandes obras de saneamento, a parte de aeroportos e aeródromos e desenvolvimento social na educação, saúde e segurança”, afirmou o gestor.

ASSISTA



Dê sua opinião: