Quinta, 09 de dezembro de 2021   -     04:52 |

Polícia Federal será acionada para investigar grupo empresarial de TV do Piauí, diz Robert

Robert Rios, delegado aposentado da Polícia Federal e atual vice-prefeito de Teresina, capital do Piauí, abriu um leque de denúncias sobre possíveis irregularidades no processo de concessão do sistema de televisão sediado no município de Santa Quitéria do Maranhão, supostamente arrendado pelo grupo empresarial O Dia de Comunicação, atuante em território teresinense. 

A fala de Robert ocorreu em entrevista uma rede local, em resposta à matérias veiculadas pelo Jornal O Dia, veículo liderado pelo empresário Valmir Miranda. O vice--prefeito, que também comanda a secretaria de finanças de Teresina, disse que trata-se de chantagem moral porque ele tem cortado contratos milionários feitos pela ex-gestão.  

"É preciso que a polícia federal investigue como uma emissora de TV matriculada na pequena cidade de santa Quitéria no Maranhão foi, em parte, arrendada pelo sistema O Dia que fez um contrato milionário com a prefeitura de Teresina, com dinheiro federal do Fundeb, para exibir aulas não presenciais com zero assistência. Teresina tinha grandes emissoras de TVs exibindo com pleno êxito essas aulas, com extraordinária capacidade técnica", disse Rios.

CLIQUE E ASSISTA


Ainda segundo o Robert, na  documentação concedida pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), consta que a emissora só pode operar com a capacidade de 300 watts, no entanto a emissora ultrapassa o limite autorizado pela Agência, operando com mais de um kilowatts. Conforme o Portal Pin-Piauí, caso também será enviado para investigação da Anatel no estado.

VEJA O DESABAFO DO VICE-PREFEITO


Dê sua opinião: