Terça, 28 de setembro de 2021   -     20:47 |

Osmar Júnior defende Rafael Fonteles e diz que a oposição tenta criar confusão na base governista

O secretário de Governo, Osmar Júnior (PCdoB), em entrevista à TV Cidade Verde, afirma que há tentativa da oposição em criar crise na base aliada. Segundo ele, a base se encontra unida em torno do nome do secretário de Fazenda, Rafael Fonteles (PT), como candidato ao governo em 2022.

Osmar nega plano “B” e diz ser precipitado esperar resultados expressivos nas pesquisas agora em 2021.  “A questão de pesquisa só será examinada em setembro do ano que vem. A pesquisa não quer dizer nada do ponto de vista do resultado das eleições. Ela vai dizer quem é ou não conhecido. A eleição será daqui a 1 ano. Achar que pesquisa vai definir posição de partidos, que se reunirão em convenção em agosto do ano que vem, e isso já mudaria o plano, étentar jogar confusão onde não existe”, destaca.

Para o secretário, todos os partidos que se encontram hoje na base seguirão unidos no próximo ano.  “Temos uma base unida. Você pode entrevistar os dirigentes de qualquer um dos partidos para saber se tem algum que estuda sair da base, todos querem compor a chapa. É claro que cada um quer compor sua chapa. É justo. Como será a ocupação só será ano que vem. Mas todos querem participar. Mas o ponto mais importante é essa vontade de manter essa união dos partidos que sustentam o governo”, destaca.

O secretário destaca as capacidades técnicas e políticas para Rafael ser o candidato da base.

“Há uma ideia forte que o nome de Rafael despontará. É jovem. É uma pessoa que demonstrou grande capacidade de gestão e de liderança. O Rafael não só lidera a equipe dele, aqui no estado, como lidera os secretários de Fazenda do país inteiro. No momento em que o Piauí reorganizou suas finanças. O Piauí felizmente está com seus compromissos em dia e esta com plano de investimentos do Pro Piauí que nunca tivemos”, disse à TV Cidade Verde.

Dê sua opinião: