Sábado, 04 de dezembro de 2021   -     14:20 |

Governo do Piauí inaugura reforma no Hospital Getúlio Vargas e amplia capacidade de atendimento

A governadora em exercício, Regina Sousa participou, na manhã de ontem (17) da inauguração da reforma e ampliação do Hospital Getúlio Vargas (HGV). A ação foi realizada por  meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesapi) com o objetivo de garantir a melhoria na qualificação da assistência, maior resolutividade e ampliação de acesso aos serviços de saúde à população em todo Piauí. As obras custaram R$ 5,3 milhões, investimento do Tesouro Estadual.

O hospital recebeu a ampliação de 20 leitos de UTI na Unidade de Recuperação de Hermodinâmica, no valor de R$ 2.891.657,16, e também a implantação das rampas de acesso às unidades de internações, com investimentos no valor de R$ 1.119.912,36. E passou por reforma de adequação para transferência do laboratório de análises clínicas do Hemopi para o Hospital Getúlio Vargas (HGV), no valor de R$ 219.837,66.

Os uso dos recursos próprios do Estado foi possível graças à organização financeira e econômica, o que tem proporcionado o equilíbrio fiscal e a realização de obras e ações através do PRO Piauí. “São melhores condições de atendimento para a população, novas UTIs, a rampa que dá acesso aos andares superiores, o laboratório. O HGV está dando seus passos para avançar em um ambiente cada vez mais adequado tanto para pacientes quanto para os profissionais”, enfatizou a governadora em exercício Regina Sousa.

De acordo com o secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, “são investimentos importantes nesse que é o maior hospital do Piauí, recebendo melhorias com recursos próprios do estado. Além disso também, temos obras de infraestrutura aqui, melhorando a segurança do prédio, a parte das rampas de acesso, uma exigência inclusive do Corpo de Bombeiros. Um conjunto de investimentos na área da saúde que melhora o atendimento de quem utiliza a rede estadual”, explicou.

Estiveram presentes na solenidade de inauguração o secretário de Fazenda e coordenador-geral do PRO Piauí, Rafael Fonteles; o secretário da Saúde, Florentino Veras; o presidente da Fundação Piauiense de Serviços Hospitalares (Fepiserh), Ítalo Rodrigues e o diretor do Hospital Getúlio Vargas (HGV), Osvaldo Mendes.

Dê sua opinião: