Segunda, 23 de setembro de 2019   -     06:00 |
5000onon

Polícia faz buscas na casa do acusado de atirar no estudante Gabriel Brenno em Teresina

 Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis estiveram, na manhã desta quarta-feira (24), na casa do suspeito de atirar na cabeça do estudante Gabriel Brenno Nogueira da Silva Oliveira, 21 anos. Eles realizaram buscas na residência localizada no Parque Universitário, Zona Leste de Teresina, e apreenderam um computador, que será analisado pela perícia. O suspeito e a arma do crime não foram encontrados.

Policiais do Grupo de Apoio Operacional (GAO), 1° Distrito Policial e Gerência de Polícia Metropolitana (GPM) estiveram em diligência para prender o suspeito identificado como Deivid Ferreira de Sousa. A Central de Inquéritos de Teresina expediu nessa terça-feira (23) um mandado de prisão preventiva contra ele, que agora é considerado foragido da Justiça.

“Fomos cumprir o mandado de busca e apreensão no Parque Universitário como o objetivo de prender o suspeito e a arma utilizada no crime. Estivemos em duas residências, na casa da mãe e na casa dele e lá conseguimos apreender um computador que está à disposição do 1° Distrito Policial, para que seja realizado perícia no sentido de levantar algum indício de prova relacionada ao crime, como as mensagens que foram enviadas a vítima”, explicou Joatan Gonçalves, coordenador do Grupo de Apoio Operacional (GAO).

A polícia segue em diligência na tentativa de localizar e prender o suspeito. O mandado de prisão preventiva aberto contra Deivid de Sousa é pelo crime de homicídio cometido por motivo fútil e por tornar impossível a defesa da vítima.

“Infelizmente não encontramos a arma e munições, que pudessem estar ligados a cena do crime e nem o suspeito do crime para dar cumprimento ao mandado de prisão. Agora estamos em diligências para localizá-lo. A polícia espera que ele se apresente e se entregue com o advogado dele para que possa dar sua versão sobre o crime”, contou Joatan. 

 Foto: Arquivo Pessoal

Gabriel Brenno levou um tiro na cabeça ao sair da pensão no dia 17 de julho, na rua Paissandu, Centro da capital. O estudante morreu às 5h45 da manhã dessa terça-feira (23) no Hospital de Urgência de Teresina, após seis dias internado em estado grave. Segundo o hospital, complicações em decorrência do tiro causaram a morte.

O velório e o enterro do jovem aconteceram nessa terça e quarta-feira na cidade de Caxias, no Maranhão, cidade natal de Gabriel.

Imagens de câmeras de segurança divulgadas nesta terça-feira (23) pela Polícia Civil mostram o momento em que o estudante Brenno Gabriel Nogueira, 21 anos, é baleado e o suspeito do crime foge. O rapaz morreu nesta terça no Hospital de Urgência de Teresina e a Polícia Civil busca o suspeito do crime, que aparece nas imagens.

No vídeo, é possível ver que às 6h40 o autor do tiro chega e estaciona o carro na esquina da pensão. Às 6h52, ele desce, e vai até próximo à pensão e fica aguardando. Às 7h, Gabriel sai da pensão e no vídeo é possível ver, no canto superior esquerdo, quando Gabriel cai e o suspeito corre em direção ao lado direito.

* Com informações do G1 PI

Dê sua opinião: