Segunda, 23 de novembro de 2020   -     15:46 |

PF prende em Teresina homem suspeito de participação no tráfico internacional de drogas

Foto:Reprodução

A Polícia Federal prendeu, nesta segunda-feira (9), um homem investigado por participação no tráfico internacional de drogas. O suspeito foi preso em casa, no bairro Novo Horizonte, Zona Sudeste de Teresina, durante cumprimento de mandado de prisão preventiva.
Além do mandado de prisão, também foi cumprido um mandado de busca e apreensão, ambos expedidos pela Justiça Federal nos estados de Pernambuco e Pará.
A ação foi realizada dentro da Operação Símios, deflagrada pela PF nesta segunda, que tem foco no combate ao tráfico internacional de drogas e à lavagem de dinheiro.
O preso foi encaminhado para o sistema penitenciário do Piauí e vai responder a processo na Justiça Federal.

A operação

De acordo com as investigações, eles remetiam drogas em contêineres através de portos do país para a Europa. No total, quatro pessoas foram presas preventivamente.
Foram emitidos 18 de busca e apreensão em sete estados. Além da prisão no Piauí, outros alvos foram presos no Pernambuco e no Ceará.
As investigações começaram com a apreensão de 808,2 quilos de cocaína escondidos em uma carga de bananas, no Porto de Suape, no Grande Recife, em junho de 2019. Segundo a Receita Federal, responsável pelo flagrante, o material seguiria para a Bélgica.
A PF informou que a organização criminosa tinha como especialidade o transporte e armazenamento de cocaína em grandes quantidades em território nacional, além da ocultação em cargas exportadas via portos brasileiros para a Europa em contêineres.
Ainda conforme as investigações, os integrantes do grupo criminoso ficavam espalhados pelo Nordeste do país, com atuação também no Norte e ligação com "lavadores" de dinheiro na região Sudeste e Centro-Oeste. Os chefes do esquema seriam dois irmãos do Sertão do Cariri.
Além disso, apontaram os investigadores, o grupo tem raízes no roubo e furto de cargas e, por isso, já foi alvo da Operação Piratas do Sertão, deflagrada pela Polícia Federal em 2010 nos estados de Rio Grande do Norte e Paraíba.
Nesta segunda, a ação foi desencadeada em conjunto com outra no Pará. A investigação contou com apoio da Receita Federal. A PF afirmou que 15 pessoas já foram indiciadas pelos crimes de tráfico e financiamento ao tráfico de drogas, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

*Com informações do G1

Dê sua opinião: