Terça, 23 de julho de 2019   -     02:46 |
5000onon

Justiça adia julgamento de acusado de envolvimento na morte do cabo Claudemir

 Foto: Reprodução Facebook 

Atualizada às 9h40

O julgamento de Igor Andrade Sousa, conhecido como "Igor Gordão", suspeito de participação ma morte do cabo do Bope, Claudemir de Paula Sousa, foi adiado para o próximo dia 28 de junho. O julgamento estava previsto para hoje (17), mas foi adiado após a defesa do réu entrar com um atestado no Tribunal do Júri, alegando que o cliente não pode comparecer por motivo de doença. O atestado foi apresentado por volta das 23 horas desse domingo (16).

Matéria original 

Igor Andrade Sousa, mais conhecido como "Igor Gordão", será julgado pelo Tribunal do Popular do Júri nesta segunda-feira (17) . Igor é um dos suspeitos de envolvimento no assassinato do cabo do Bope, Claudemir de Paula Sousa, em dezembro de 2016. Ao todo, oito pessoas foram presas pelo crime.

A sessão será presidida pelo juiz Antônio Reis de Jesus Nollêto. O Ministério Público do Estado do Piauí será representado pelo o promotor de Justiça João Malato Neto.  Após investigação, Igor foi apontado pelo Ministério Público como o responsável por ceder armas de fogo e o carro modelo Fiat Uno Vivace aos atiradores.  O julgamento de Igor acontece separadamente dos demais porque, entre os réus, ele foi o único que não recorreu da pronúncia. 

Igor será julgado pelos crimes de homicídio duplamente qualificado, associação criminosa, roubo, adulteração de sinal identificador de veículo automotor e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

O cabo Claudemir foi atingido com tiros pelas costas no momento em que saía de uma academia, situada na avenida principal do bairro Saci, na zona Sul de Teresina. O crime ocorreu no dia 6 de dezembro de 2016. O cabo Claudemir Sousa era lotado no Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) da Polícia Militar. 

* Com informações do Piauí Hoje

Dê sua opinião: