Domingo, 18 de agosto de 2019   -     06:49 |
5000onon

Jovem sobrevive a facada no olho durante briga de bar

Um homem de 24 anos sobreviveu após ter uma faca cravada nos olhos durante uma briga em um bar de Formiga, na região Centro-Oeste de Minas Gerais, na tarde do domingo (21). Desde o ocorrido, uma imagem surpreendente do exame de raio-x, que mostra o ferimento grave, vem circulando nas redes sociais juntamente com fotos impublicáveis, onde a vítima aprece com a faca cravada no rosto sentado na porta do estabelecimento. O autor da tentativa de homicídio seria um rapaz de 20 anos. 

O caso aconteceu por volta das 17h, de acordo com a Polícia Militar (PM), na rua Benjamin Guimarães, no bairro conhecido como Lajinha. Quando os militares chegaram ao bar, encontraram a vítima consciente apesar do ferimento grave. Ele foi socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até a Santa Casa da cidade. 

Testemunhas contaram que o homem estava no estabelecimento quando o suspeito chegou e passou a chamá-lo de "caguete", gíria usada para identificar quem denuncia crimes à polícia. Após algum tempo de discussão, o rapaz deixou o local e retornou minutos depois com uma faca sem cabo, incitando a vítima que saísse do bar para eles brigarem.

Ainda conforme o relato de testemunhas à PM, a vítima resolveu sair do bar com um banco de madeira em mãos, mas acabou atingido rapidamente pela facada, que entrou pela lateral de seu olho esquerdo e ficou presa em seu rosto. 

Os militares chegaram a encontrar um rastro de sangue que seria do suspeito, que teria se ferido na mão no momento do ataque. Foram feitas buscas nas casas de familiares e em outros possíveis pontos onde ele poderia estar escondido, mas até esta segunda-feira (22) o rapaz ainda não havia sido preso. 

Vítima não corre risco de morte

Aos policiais, a médica de plantão informou que a vítima, que não corria risco de morte, estava aparentemente embriagada e sofreu uma lesão ocular do lado esquerdo. Ainda de acordo com a PM, a profissional disse ainda que o homem não teve lesões neurológicas, mas que precisaria ser encaminhado para um hospital de Divinópolis, na mesma região, ou de Belo Horizonte. 

*Com informações de O Tempo

Dê sua opinião: