5000onon

Escrivão da Polícia Civil do Piauí é preso acusado corrupção e organização criminosa

Um escrivão da Polícia Civil foi preso preventivamente nesta segunda-feira (11) suspeito de participar de uma quadrilha que roubava e vendia veículos apreendidos em operações policiais na região norte do Piauí.

Identificado como Francisco Pimentel, o agente teve a prisão decretada no 2º distrito policial da capital, para onde foi transferido desde que começou a ser investigado pelos crimes de corrupção passiva; concussão; peculato e organização criminosa.

Pimentel foi inicialmente afastado das funções públicas depois que o delegado Renato Pinheiro, titular da cidade de Porto, descobriu que acusado estaria praticando os crimes desde o ano passado. A polícia apurou que o escrivão recebia propina para liberar os veículos.

O caso tornou-se evidente depois que motocicletas armazenadas no pátio da delegacia começaram a ser vistas circulando na região. Outros três indivíduos acusados de receptação e corrupção ativa também foram presos.

Pelo menos vinte motocicletas teriam sido negociadas no esquema criminoso. Há suspeitas de que outras pessoas reptavam peças para revenda em oficinas locais e que também poderão ter prisão decretada a qualquer momento.

Os mandados de prisão dos membros da quadrilha foram expedidos pela Justiça da Comarca de Porto. O caso está sendo acompanhado pela Corregedoria Geral da Polícia Civil do Piauí na 1ª fase da operação denominada "Judas Iscariotes".

Dê sua opinião: