Quinta, 25 de fevereiro de 2021   -     16:01 |

Durante incêndio a adolescente teria dito: 'Papai, não deixe a gente morrer aqui'


Duas crianças e uma adolescente foram encontradas mortas de uma forma trágica e misteriosa. A polícia chegou ao local do crime e Fernanda Verônica, de 14 anos, Gabriel Reis, de 9, e Lorenzo Reis, de apenas um, já haviam perdido a vida. As três vítimas estavam na casa de Ricardo Reis, de 33 anos, pai adotivo, em Poá (SP).

Foto/Reprodução Carta Piauí


Os três foram localizados no quarto em um estado de difícil identificação. Gabriel foi encontrado perto da janela, onde ficava uma das camas; a adolescente se encontrava no closet; e o bebê, no berço.

Ricardo disse que acordou devido a fumaça que se espalhava pela casa e ao ir a porta do quarto das crianças não conseguiu entrar, pois estava trancada. Quando foi até o corredor que dá acesso a uma das janelas do cômodo, o homem conta que não viu nenhum dos filhos e não ouviu nenhum pedido de socorro, por isso, decidiu ir à delegacia.

Foto/Reprodução Carta Piauí


Uma testemunha disse aos policiais que escutou a seguinte frase: "Papai, não deixe a gente morrer aqui", e que a voz era da adolescente. O que levantou suspeitas, já que Ricardo afirma não ter escutado nenhum pedido de ajuda. As crianças trocavam de casa devido a separação dos pais.

O incêndio começou dentro do quarto das crianças e se espalhou para os demais cômodos. Segundo informações, não era comum o bebê dormir naquele local e a chave não foi encontrada.

Foto/Reprodução Carta Piauí


As respostas de Ricardo foram contraditórias e o homem chegou a acusar o ex-companheiro, Leandro José, pela morte das três crianças.

Foto/Reprodução Carta Piauí


A prisão preventiva de Ricardo foi decretada, e o ex-companheiro foi ouvido e liberado. A polícia continua investigando o caso.

Fonte: RecordTV

Dê sua opinião: