Domingo, 25 de agosto de 2019   -     18:03 |
5000onon

Bandidos se passam por clientes e fazem arrastão em clínica em Teresina

Dois assaltantes se passaram por pacientes e fizeram um arrastão em uma clínica no Centro de Teresina na manhã desta segunda-feira (5). A dupla obrigou clientes e funcionários a deitarem no chão enquanto roubava celulares, dinheiro, joias e chaves dos veículos das vítimas. Vídeos de câmeras de segurança mostram o momento que os suspeitos chegam ao local.

As imagens mostram os homens entrarem na clínica e sentarem na sala de espera, como se estivessem aguardando para serem atendidos, até que, em determinado momento, um deles se levanta e vai para a porta, enquanto o outro se aproxima de dois pacientes e inicia o assalto.

 Foto: Reprodução

O criminoso faz com que as vítimas se deitem no chão enquanto começa a pegar os pertences delas. A atendente da clínica, que preferiu não se identificada relatou ao G1 como tudo aconteceu. “Uma paciente chegou entrou para falar comigo e enquanto ela conversava comigo a porta ficou aberta e eles entraram”, contou.

“Primeiro eles se sentaram, achei estranho. Um olho para o outro e um deles anunciou o assalto enquanto o outro foi para a porta. Um deles se aproximou de mim e foi pedindo logo tudo, mas eu avisei que não havia caixa na clínica”, disse a funcionária.

 Foto: Reprodução

A atendente afirmou que os suspeitos entraram na clínica e foram abordando profissionais e pacientes. "Eles estavam bem tranquilos e diziam que só queriam o dinheiro. Abordaram uma dentista e um paciente durante o atendimento”, descreveu.

“Quando eles iam sair uma cliente chegou e eles puxaram a arma de volta para ela e pediram para ela passar as coisas dela, ela ficou surpresa, perguntou se era sério", contou a atendente.

Vítimas trancadas

Após a ação, os suspeitos trancaram os funcionários e as vítimas e levaram a chave da clínica. "Se a gente não tivesse outra chave todos ficaram trancados até a vinda de um chaveiro", relatou a dentista Dayana Castelo Branco.

"Estamos todos abalados, isso atrapalha o nosso trabalho porque nós trabalhamos mais com plano de saúde, então há rotatividade de dinheiro aqui, eles levaram o dinheiro dos funcionários e dos pacientes e isso pode fazer com que eles não voltem", desabafou. 

A profissional conta que foram momentos de terror. “Foi bastante constrangedor para os pacientes, que tiveram que ficar deitados no chão. Foram humilhados, assim como os funcionários que também foram lesados", disse.

A dentista diz que a situação é revoltante. "Pedimos segurança. Nós somos profissionais e estamos aqui para ajudar e contribuir com a saúde bucal e não para sofrer danos como sofremos. Queremos mais segurança aqui no Centro", pontuou. 

Investigação 

A Polícia Civil, através do 1º Distrito Policial (1º DP), vai investigar o crime. De acordo com o chefe de investigação Nonato Martins as imagens das câmeras de segurança vão contribuir para a elucidação do caso.

"Tem acontecido muitas ocorrências desse tipo aqui no Centro. Os criminosos estão atacando essas clínicas e as imagens de câmeras de segurança têm auxiliado na identificação dos suspeitos e investigação dos crimes", informou. 

* Com informações do G1 PI

Dê sua opinião: