Terça, 19 de janeiro de 2021   -     16:11 |

Coluna Coluna Feitosa Costa

Wilson Martins levará a independência do PSB para a base do governo de Wellington Dias

O cenário político do Piauí começa a ser desenhado para 2022, apesar de uma importante eleição que envolverá todos os redutos eleitorais, ainda em novembro deste ano. A saída do Progressista da base do governo é o ponto de partida para o recomeço de outros. 

O Senador Ciro Nogueira, agora aliado do presidente Jair Bolsonaro, se distancia do Partido dos Trabalhadores (PT) e anuncia que fiscalizará com rigor a gestão de Wellington Dias. Por outro lado, Wilson Martins se aproxima e sinaliza disposição para dialogar e ajudar o seu ex-companheiro numa recomposição para futuras disputas.

Experiente, o médico e ex-governador, que inclusive chegou ao cargo com ajuda de Wellington, ver agora a possibilidade de reorganização, também, de seu próprio partido, o PSB. O ganho de espaço na administração certamente fará bem ao grupo que perdeu às recentes disputas nas urnas. 

A independência da qual o PSB goza no momento é fruto das escolhas que fez para tentar vencer o forte grupo antes composto pelos Petistas e Progressistas.


Dê sua opinião: