Quinta, 05 de dezembro de 2019   -     12:56 |
5000onon

Coluna Coluna Feitosa Costa

TSE quer censurar usuários do Google, Facebook, WhatsApp e Twitter nas Eleições 2020

Com a justificativa de combater a proliferação de informações falsas na internet, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cobra das empresas Google, Facebook, WhatsApp e Twitter mecanismos que possam inibir a atuação dos internautas, no Brasil, sobretudo no período eleitoral. 

O Tribunal reuniu presidentes das plataformas de conteúdo nesta semana para discutir meios (ferramentas) para detectar informações com teor falso ou agressivo aos candidatos. Ocorre que não há uma definição do que pode ser ou não considerado fake news nos moldes da era da informação e interação social na rede mundial de computadores. 

Qualquer barreira criada pelas empresas, mediante acordos firmados junto ao TSE, vai de encontro às políticas de negócios das próprias redes sociais que já disponibilizam ferramentas para a execução de estratégias de marketing, vendas e impulsionamento de conteúdo em massa nos seus aplicativos.  


Grupo se reuniu no Superior Tribunal Eleitoral (Imagem: reprodução)

Não custa ressaltar que tramita ainda na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito da “Fake News”, na qual predominam deputados de oposição ao atual governo, uma fantasiosa investigação sobre a “utilização de perfis falsos para influenciar os resultados das eleições 2018”, visto que o foco principal do grupo tem sido jornalistas independentes e profissionais que dominam estratégias de marketing digital no país.

Na prática, buscam-se meios de diminuir o alcance das plataformas em detrimento do interesse político. Ao usuário restará a bolha comercial e jurídica de suas próprias ações na internet, ainda sob o risco de ter sua liberdade cassada.

EXCLUSIVAS

Esquenta


A troca de farpas entre o prefeito Firmino Filho e o deputado estadual Franzé Silva, alimentada por parte da mídia, faz parte do ritual político. 


Patrimônio da Humanidade


O pacote anticrime do ministro Sergio Moro, segundo a pesquisa da XP, é a maior prioridade dos brasileiros no atual governo de Jair Bolsonaro. 


Moro, por sinal, é considerado a maior personalidade do Brasil. 


Nunca mais apareceu

Esta coluna noticiou ontem que a deputada federal Margarete Coelho, do Centrão, tem evitado à mídia depois que ter comandado o grupo que esvaziou o pacote anticrime na câmara. 

A parlamentar deve estar envergonhada. 

Piauí na Frente


O piauiense Jorge Márcio Lopes Costa, aluno de engenharia do ITA, na solenidade de formatura do 1º ano, como aspirante a oficial, com o pai advogado Jorge Lopes, em São José dos Campos-SP.



Varredura 


Fiscais do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) estão desde ontem (13) colhendo documentos e informações na prefeitura, câmara dos vereadores e secretarias municipais de Porto Piauí.

Vai ou Racha


Políticos da região, envergonhados, comentam que é a oportunidade certa para os parlamentares de oposição apresentarem provas de desvios de dinheiro, nepotismo, fraudes em licitações, roubos e outros crimes rotineiros praticados sob o comando de Dó Bacelar (PP).


O campeão de processos


Não por acaso, Dó Bacelar está sendo acusado pelo próprio TCE de fraudes em contratações e nos processos de prestação de contas dos exercícios de financeiros dos anos de 2011 e 2012, que causaram prejuízo ao povo em quase 3 milhões de reais.


Tapete novo

140 km de pista alargada na BR-135/PI, entre Bom Jesus e Eliseu Martins, no Piauí. Governo Bolsonaro conclui obra agora em dezembro. 

Redução de 85% no número de mortes desde que o DNIT iniciou o trabalho no trecho. 

Dê sua opinião: