Sexta, 19 de agosto de 2022   -     11:40 |
5000onon

Coluna Coluna Feitosa Costa

Silvio queria ser nome de consenso entre Ciro e Heráclito no comando do União Brasil

O ex-prefeito Silvio Mendes, sabendo do tamanho do Fundo Eleitoral e do imenso tempo de televisão do União Brasil, imaginou que poderia ser o nome que agradasse a Ciro Nogueira e Heráclito Fortes numa solução em que seria o consenso para comandar o novo partido.

Nos meios políticos é sabido que o ex-prefeito de Teresina e ex deputado federal Heráclito Fortes não tem gostado nem um pouco da influência que o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, está exercendo junto à cúpula do União, partido que surgiu da fusão do PSL e do DEM, este último controlado há anos no Piauí por Heráclito.

Desconhece a história

A manobra de Silvio Mendes demonstra desconhecimento das entranhas da política ou grande falta de habilidade.

Além de Ciro não ganhar nada com a indicação de seu nome para controlar o União, Silvio demonstra profundo desconhecimento histórico da política do Piauí: Heráclito Fortes e Ciro Nogueira nunca se "cheiraram", nem politicamente e nem pessoalmente.

Tudo indica que os ressentimentos remontam ao final dos anos 80 e tem origem em supostas decepções que Fortes teria causado a Ciro Nogueira Lima, o pai falecido de Ciro Filho.

A falta de habilidade de Silvio Mendes, que estaria se comportando como verdadeiro "pop star", vai terminar lhe custando a falta de cobertura na sua pré-campanha.

Mas isso é assunto para a coluna de amanhã, quinta-feira, 03 de dezembro de 2021.

Dê sua opinião: