Segunda, 09 de dezembro de 2019   -     03:04 |
5000onon

Coluna Coluna Feitosa Costa

"Ciro toda vez fica em cima do muro, por isso ele nunca foi governador", diz Ronaldo em novo áudio

Em novo áudio que circula nas redes sociais, Ronaldo Lages (policial civil e ex-prefeito de Nossa Senhora dos Remédios) tenta explicar a polêmica de um diálogo que teve com o senador Ciro Nogueira (PP), no qual articula candidaturas para as eleições municipais do próximo ano e um audacioso plano para derrotar o governador Wellington Dias (PT). 

Apesar de Ciro não ter reconhecido a veracidade das conversas, Ronaldo não negou e ainda mandou um novo recado ao parlamentar. "O Ciro é igual mulher que não gosta mais do marido, mas não se separa para não dividir as coisas", diz o experiente policial. 

"Eu não fiz de intenção, ele sabe disso. Somos amigos há 30 anos. Não fiz de propósito (a divulgação dos áudios). Agora, ele tem de assumir as coisas. E o Wellington Dias sabe disso", argumenta.

"Ciro toda vez fica em cima do muro, por isso ele nunca foi governador. Ele tem de chegar para o Wellington Dias e dizer: 'Wellington, tu vai foi governador 4 vezes e agora eu também quero ser'. E acabou-se! Ele não vai perder nada com isso", assegura. 

"Eu não quero mais saber dessas conversas velhas. No dia em que mandarem um áudio pra mim, eu vou logo dizer: rapaz, vão pra lá com essas conversas de vocês!", diz Ronaldo Lages, que vez ou outra aparece no centro de polêmicas na região justamente por conta de áudios de conversas suas vazadas na internet.

O material viralizou nas redes sociais e até nos meios de comunicação nacional. Nos bastidores, experientes políticos comentam que o áudio causará um efeito devastador nas bases do governo estadual nos próximos dias.

Confira a íntegra do 1ª diálogo entre Ciro e Ronaldo:



EXCLUSIVAS

Silêncio total

Os diálogos vazados de Ciro e Ronaldo é assunto vedado nos corredores do palácio do governo.

Sem surpresas

Na verdade, os verdadeiros articuladores da política estadual não se surpreenderam com as falas da dupla.

Pelo contrário, alguns confidenciaram para este jornalista que já foi tarde.

Tudo junto

Em Cocal de Telha, o professor Andrade, candidato derrotado na última eleição, se juntou de vez com o time da prefeita Ana Célia.

É um resumo da frase: " Se não pode vencê-los, junte-se a eles".

Como fica?

Ana Célia, que está em seu 2º mandato, deve indicar uma vereadora para concorrer ao cargo de prefeita e o professor Andrade de vice.

Na prática, não tem mais oposição na cidade (está todo mundo junto).

Contra as facções

Moro vai passar esta semana defendendo o pacote anticrime no congresso nacional, em diálogo de frente com senadores e deputados. 

O ministro ver necessidade clara e urgente da aprovação de prisão em segunda instância no país. 

Revolucionário

Sergio Moro quer a aprovação de medidas que acabe com o crime organizado e devolva tranquilidade à nação.

"Seria importante reintroduzir no projeto anticrime temas importantes como execução da sentença do Júri, agente infiltrado, proibição de benefício prisional ao condenado faccionado, entre outras. Sim, precisamos avançar.”, disse no Twitter. 

Ovelha Negra

O ex-ministro Gustavo Bebianno se filiou ao PSDB neste domingo (1º), após receber uma visita do expoente do partido, João Doria. Bebianno assumiu a presidência do diretório do PSDB no Rio de Janeiro.

Na cerimônia de filiação, Bebianno elogiou o partido e fez críticas ferrenhas ao presidente que ele mesmo ajudou a eleger.

Agora ele fala, né


Bebianno chegou a falar em impeachment de Bolsonaro.


"Na minha opinião, (boicote à Folha de S. Paulo) abre uma porta até para um pedido de impeachment do presidente, uma vez que ele afronta a liberdade de imprensa defendida pela Constituição", declarou.


Dê sua opinião: