Segunda, 25 de outubro de 2021   -     23:15 |

Coluna Coluna Feitosa Costa

Movimentos de JVC são idênticos àqueles que no final terminou desistindo

A oposição liderada pelo senador Ciro Nogueira (PP) tem demonstrado muito otimismo com a aproximação com o ex-senador João Vicente Claudino (PTB), mas parece negligenciar na análise dos movimentos do empresário, sem falar nas  declarações hesitantes.

Os movimentos de Claudino são idênticos a muitos outros que ensaiou no passado em que encarnou espírito antigovernista e no fim das contas acabou sumindo numa viagem ao exterior que deixou perplexos seus seguidores do seu discurso de então.


João Vicente: Movimentos semelhantes ao passado

Pouco tempo faz em que um grupo de jovens empresários se entusiasmou com um rastilho de candidatura ao governo de Vicente e no final a decepção foi grande.

Em certa ocasião, João Vicente capitaneou uma caravana desses empresários a Brasília onde houve jantar que mais parecia o lançamento de candidatura ao Governo do Piauí.

Em várias ocasiões João Vicente demonstrou não querer aproximação com o governador Wellington Dias (PT), chegando até mesmo a gravar um curto vídeo em momento de descontração ao lado de um amigo simples que tinha o mesmo nome do governador, comentando, ao abraçar o amigo, que "neste Wellington aqui eu confio".


Ciro: sem enxergar o âmago

Hoje, ensaiando movimentos semelhantes com protagonistas diferentes, João Vicente, pelo que se depreende das suas falas, tem tudo para repetir as ausências do passado.

Basta observar que ele fala com muito mais entusiasmo do futuro do Fluminense, o clube de futebol que banca no Piauí, do que da política.

 

 

Dê sua opinião: