Terça, 11 de agosto de 2020   -     01:44 |

Coluna Coluna Feitosa Costa

Espuma da morte invade o Rio Poty no coração de Teresina Piauí; assista ao vídeo

O Rio Poty está sendo assassinado no coração de Teresina, capital do Piauí, região nordeste do Brasil. Um dos mais importantes afluentes da nação é duramente castigado pela poluição produzida pela ação humana. 

Uma ofensiva camada de espuma e aguapés toma conta dos principais pontos do Rio, frutos do despejo de esgoto sem o devido tratamento, matando animais e impossibilitando a pesca legal, na divisa de duas das maiores zonas comerciais e de alto padrão do centro urbano de Teresina. 

É um escândalo

Os diretores das secretaria de meio ambiente do estado e secretaria do meio ambiente do município precisam agir imediatamente para evitar a morte violenta do Rio Poty, afluente que nasce no Ceará, de uma importância imensurável para o Piauí.

Assista ao vídeo:

EXCLUSIVAS

PRESTIGIADO 

Centenas de pessoas formaram uma grande fila para pegar autógrafo de Hugo Napoleão, no lançamento de seu livro “Eu fui advogado de JK”, ontem (04), na Assembleia Legislativa do Piauí.

HUGO NÃO QUER

Perguntado se toparia ser candidato a prefeito de Teresina, Hugo disse que não, que não há nenhuma hipótese. Porém, não descartou a possibilidade de uma candidatura em 2022. 

VAI RACHAR?

O delegado federal Robert Rios falou à imprensa que tudo leva a crer que Ciro Nogueira e Wellington Dias devem mesmo travar uma disputa pelo governo do Piauí em 2022.

SEM NOVIDADES

Robert disse ainda que não viu “nada de mais” nos áudios vazados de uma conversa de Ciro com o policial civil Ronaldo Lages, no qual os dois tratam de estratégias para derrotar o governador. 

“Ciro tem o projeto de disputar o governo e Wellington de nunca ceder o estado do Piauí”, pontuou. 

ELE OU EU

Ciro Gomes disse em entrevista à Globo News que não apoia um projeto de candidatura de Lula em hipótese alguma. Mas, aceita o apoio do petista, para, segundo ele, “unir o Brasil”. 

REVOLTANTE 

O Congresso Nacional está tirando dinheiro de saúde, educação e infraestrutura para inflar o fundo eleitoral. 

CORTE DE DE 1,7 BILHÃO DE REAIS

Desse montante, os maiores foram em saúde (500 milhões de reais), infraestrutura e desenvolvimento regional (380 milhões de reais), que inclui obras de habitação, saneamento.

A redução em educação chegou a 280 milhões de reais.

ASSASSINATO SOCIAL

O aumento do fundo eleitoral para 3,8 bilhões de reais ainda tem de ser votado em comissão e no plenário.

MORO EM OUTRO PATAMAR 

“Promovido a símbolo do combate à corrupção, Moro parece buscar agora um outro patamar. Está disposto a prosseguir seu périplo pelo Congresso para angariar apoio na luta contra a violência nas cidades, tema que assumiu lugar de destaque em seu discurso”, escreveu Merval Pereira.

CORTEZ 

Como ‘político hábil’, Moro não faz críticas aos parlamentares, e nega-se a comentar a possibilidade de vir a ser vice de Bolsonaro em 2022, alegando que o lugar é do General Mourão.

SINAL VERMELHO NO KARNAK

Setores de inteligência do governo do Piaui desconfiam que uma estratégia criada para atrair investidores para pequenas cidades da região norte é apenas uma cortina de fumaça de opositores que querem atacar ao governador com a narrativa da falta de infraestrutura para instalação de empresas. 

COMO É?

Prefeitos do Progressistas estariam agindo para criar um cenário de expectativas na população com o discurso para geração de milhares de empregos e crescimento da economia, para depois anunciar, daqui uns dois anos, a desistência dos “empresários” por “falta de infraestrutura na região”, colocando a culpa toda no governador. 

Dê sua opinião: