Terça, 26 de outubro de 2021   -     00:10 |

Coluna Coluna Feitosa Costa

Deputado petista sobre colegas que querem se filiar ao PT: "Sonhar não é proibido"

Procurado por telefone para falar sobre a provável pretensão dos deputados Wilson Brandão, Gessivaldo Isaias, Firmino Paulo e Oliveira Neto de se filiarem ao Partido dos Trabalhadores (PT), para concorrerem à reeleição, um deputado petista concordou em se manifestar sob anonimato: "Sonhar não é proibido".

Ao que tudo indica, dirigentes petistas não querem correr o risco de reeleger parlamentares de outros partidos que não terão compromisso ideológico com o PT.

Os petistas tomam como exemplo a eleição passada quando se coligaram proporcionalmente com o PMDB e outras legendas que apoiavam o Governo. Seus candidatos, juntos, tiveram mais votos na coligação, mas elegeram um número menor de deputados que o MDB.

Um outro petista, ouvido ainda por este repórter, disse que "agora tem muita gente querendo fazer o PT de bucha para se eleger por que a situação está realmente dificil".

Os quatro deputados da base do governo que estariam com a intenção de se filiar ao PT para melhorar suas condições de eleição, integram hoje três partidos diferentes: Wilson Brandão e Firmino Paulo ainda são do Progressistas; Gessivaldo Isaias, é filiado ao Republicanos, e Oliveira Neto, ao Solidariedade.

Portas fechadas

No Partido dos Trabalhadores do Piauí a chapa parece ter sido cuidadosamente preparada com gente que se elegendo fica no partido em qualquer situação, o que não seria o caso dos novos pretendentes a petistas.

A chapa do PT é formada por candidatos de alta confiança do partido. A abertura para os novos pretendentes só será possível se o governador Wellington Dias resolver abrir uma porta " na marra".

Dê sua opinião: