Segunda, 23 de setembro de 2019   -     06:24 |
5000onon

Coluna Coluna Feitosa Costa

Cônsul investigado por grilagem e extorsão é ligado a advogado piauiense

Acusado  de grilagem de terras na Bahia, extorsão e fraudes de documentos, o Cônsul da Guiné-Bissau, Adailton Maturino dos Santos, tem estreita amizade com o advogado piauiense Marcus Vinicius Furtado Coêlho, ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil.

O site Pauta Judicial reportou como sendo um ato histórico de amizades o encontro do jurista do Piauí com Adailton Maturino em julho deste ano 2019, que contou ainda com a presença de advogado Juarez Chaves Filho, presidente da Comissão de Precatórios da OAB-PI.

 Marcus Vinícius e Juarez na foto com o cônsul e outras personalidades 

Os laços de amizade do trio formam um contraste em meio a acusação que pesa sobre o Cônsul Adailton Maturino da prática de crimes de fraudes de documentos para esconder os verdadeiros donos de uma valiosa fazenda de mais de 366 mil hectares, equivalente a cinco vezes o tamanho de Salvador, no Estado da Bahia.  

 Foto: Reprodução

Dê sua opinião: