Terça, 12 de novembro de 2019   -     07:59 |
5000onon

Coluna Coluna Feitosa Costa

Candidato de Firmino teria apenas 1% enquanto Dr. Pessoa apareceria com 43% de intenção de votos

Circulou forte no meio político de Teresina, durante todo o dia de ontem (21), a informação, segundo a qual, em pesquisa encomenda por amigos e correligionários, teria obtido espetacular resultado de 43% de intenção de votos para prefeito, o Dr. Pessoa, provável candidato do MDB.

Em 2º lugar, sempre conforme a versão do meio político, apareceria o secretário Fábio Abreu com 27% para 2020. Em terceiro, com 8%, o presidente do PSDB do Estado, Luciano Nunes, que foi candidato a governador.

Em quarto, o apresentador Silas Freire, com 6%. Em quinto, indiscutivelmente, o mais popular pré-candidato da legenda do governo estadual lançado até aqui, Franzé Silva do PT, com 5%.

O deputado Georgiano, do PSD, que também é pré-candidato a prefeito de Teresina, estaria com 4 pontos percentuais nessa pesquisa. Com 3 pontos, viria em seguida o ex-prefeito Sílvio Mendes, que já governou a cidade por duas vezes. 

Em penúltimo lugar, Washington Bonfim, amigo querido de Firmino Filho, com 2%. E por último, com apenas 1%, na lanterna absoluta, uma espécie de Havaí  da série A, vem o professor Kleber Montezuma, candidato do peito do prefeito Firmino Filho.

EXCLUSIVAS

Erros de Firmino 

O Sindicato da Indústria da Construção Civil de Teresina (Sinduscon), conselhos e associados desaprovam a execução do Plano Diretor de Ordenamento Territorial criado por Firmino na capital. 

Apontam a geração de maiores tributações (mais impostos), oneração da sociedade, novas construções clandestinas e desordenadas que podem causar até desemprego na cidade. 

Falta transparência  

Segundo o presidente do Sinduscon, Francisco Reinaldo, o sindicato não é contra o planejamento da cidade, mas existem alguns pontos que preocupam a classe, como a determinação do uso de terrenos a partir de 500m2.

“Se ao longo de 2 anos não houver construção neste terreno, será cobrado um IPTU progressivamente mais caro. O que pode causar um impacto negativo em termos de oferta de terreno. Outro ponto é a outorga onerosa, uma cobrança de taxa a mais para se verticalizar um prédio. A grosso modo, é como se a prefeitura de Teresina estivesse cobrando pelo espaço aéreo da cidade. ”, disse.

E pode? 

A aprovada na câmara de Teresina, a Lei pode inviabilizar a construção de novos empreendimentos urbanos, pois qualquer empresário ou investidor se sentirá penalizado e não vai querer botar o seu dinheiro onde dá prejuízo. 

Firmino quer cobrar IPTU a partir da quarta laje dos edifícios da capital. Na prática: Impostos e mais impostos. 

Só para constatar

Participaram da reunião os Conselheiros e representantes do Sindicato dos Lojistas do Comércio do Estado do Piauí (SINDILOJAS), Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí (CRECI-PI), Movimento Empreender Piauí (MOVE), Associação Industrial do Piauí (AIP) e Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Piauí (CAU-PI), juntamente com os associados do SINDUSCON.

Tristeza

O comerciante piauiense Edson da Silva, de 48 anos, morreu de infarto no momento em que foi rendido e sequestrado por assaltantes fortemente armados no Maranhão.

Revoltante 

Edson, que tinha problemas de hipertensão, sofreu muito no porta-malas de um carro com mais dois colegas. Eles foram colocados pelos assaltantes e transportados por horas na região. 

O comerciante não suportou a pressão e morreu. 

O braço amigo

O exército está cuidando da limpeza das praias do nordeste que foram criminosamente contaminadas com toneladas de óleo.

Uma verdadeira faxina está sendo feita para diminuir os impactos ambientais no litoral. 

Por falar nisso

A maioria das estradas e rodovias feitas no atual governo estão sob responsabilidade do exército brasileiro. 

As mais desafiadoras obras, algumas que estavam paradas há 20 anos, estão sendo finalizadas para impulsionar o país rumo ao desenvolvimento.


Dê sua opinião: