Terça, 07 de abril de 2020   -     10:13 |
5000onon

Coluna Coluna Feitosa Costa

Bretas pode ser o próximo ministro “terrivelmente evangélico” que Bolsonaro quer levar ao STF

Com aval de Sergio Moro, o juiz federal Marcelo Bretas, responsável pelos processos da Lava Jato no Rio de Janeiro-RJ, pode ser o próximo ministro “terrivelmente evangélico” indicado pelo presidente Bolsonaro ao Supremo Tribunal Federal.

Aumentaram os rumos com a presença do renomado juiz em evento presidencial com Jair Bolsonaro (sem partido) no último sábado (15). A vaga no STF será aberta em novembro deste ano, com a aposentadoria de Celso de Mello. 

Para Moro, que deseja mais tempo no comando do ministério da segurança e justiça, abrirá vaga com a saída de Marco Aurélio Mello, em julho de 2021.

Dê sua opinião: