Segunda, 25 de maio de 2020   -     05:23 |

Coluna Coluna Feitosa Costa

Bombástico: Produtor musical conta a verdadeira história de Paulynho Paixão

O empresário e produtor musical Márcio Shows conta como conheceu Paulynho Paixão, os detalhes da luta do cantor para se livrar do vício das drogas e os bastidores do retorno ao sucesso.

Márcio, que se dedicou a cuidar da carreira do compositor, fala de polêmicas em torno de um tiroteios registrados no Maranhão e parcerias com cantores nacionais.

Assista:

O jovem cantor Francisco de Paula Moura, o Paulynho Paixão, 43 anos, teve o falecimento anunciado na madrugada da última sexta-feira (03), no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), após sofrer grave acidente na PI-225, próximo ao município de São Miguel da Baixa Grande do Piauí, sua terra natal.

Paulynho morreu após cair quando seguia sozinho numa motocicleta para Teresina. O compositor de renome nacional sofreu fraturas expostas, foi encaminhado para urgência médica, mas não resistiu.

Reconhecimento Nacional:

O piauiense Paulynho Paixão, o “Rei do Coladinho”, se tornou referência nacional com músicas que viraram sucesso nas vozes de artistas consagrados como Ivete Sangalo, Luan Santana, Léo Magalhães, Xand Aviões, Claudia Leite, Simone e Simaria, Dorgival Dantas, Wesley Safadão, Solange Almeida, dentre outros.


Menino criado na roça, mais precisamente na Fazenda São Luís, zona rural de São Miguel da Baixa Grande, interior do Piauí, a 138 km da capital, Francisco passou a infância ouvindo programas de música sertaneja em um radinho de pilha. Os populares Alvorada Sertaneja, na Rádio Nacional de Brasília, e Programa do Roque Moreira, na Rádio Pioneira de Teresina, eram suas companhias mais frequentes durante o trabalho no campo e também nas horas vagas.

Dê sua opinião: