Domingo, 17 de outubro de 2021   -     12:05 |

Coluna Coluna Feitosa Costa

Assassino da neta de José Sarney será julgado dia 30 de junho no Maranhão

O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) marcou para o dia 30 de junho, portanto, próxima quarta-feira, o julgamento de Lucas Porto, assassino confesso do estupro morte da cunhada, publicitária, Mariana Costa, sobrinha-neta do ex-presidente da República, José Sarney. 

A sessão está marcada para acontecer no Fórum Desembargador Sarney Costa, a ser presidida pelo juiz titular da 4ª Vara do Tribunal do Júri, José Ribamar Goulart Junior, em São Luís.

O acusado confessou à polícia que fez sexo forçado com a sobrinha-neta de Sarney e que a matou por asfixia, dentro do apartamento da vítima, bairro Turu, capital do Maranhão, no barbáro crime praticado em novembro de 2016.

O julgamento de Lucas Porto estava previsto para acontecer no dia 24 de fevereiro deste ano, mas foi adiado para o dia 24 de maio. No dia, a sessão do júri chegou a ser iniciada, mas foi remarcada após o advogado de defesa de Lucas Porto ter abandonado a sessão.

Conforme o Portal G1, os laudos periciais apresentados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), constam no inquérito apresentado à Justiça, que o empresário estuprou e assassinou a cunhada. A vítima foi estrangulada e sufocada com a ajuda de um travesseiro. O crime teria sido motivado por uma atração que Lucas tinha por Mariana.

Lucas Porto está preso no Complexo Penitenciário de Pedrinhas desde a época do crime. Ele vai a júri popular pelos crimes de estupro, homicídio e feminicídio. Ele pode ser condenado a até 60 anos de reclusão.

Dê sua opinião: