Sexta, 10 de julho de 2020   -     08:41 |

Jornalista contra aglomeração deixa filho ir a protesto antifa

 Foto: Reprodução 

O jornalista Flávio Gomes se viu no centro de uma polêmica durante uma live do programa Fox Sports Radio após se dizer contra a volta do futebol, mas admitir que deixou o filho participar do protesto deste fim de semana liderado pelo movimento antifascista, que reuniu aglomerações em cidades como Rio de Janeiro e São Paulo.

Em resposta ao posicionamento do colega, o também jornalista esportivo Benjamin Back se manifestou.  

– Eu sempre fui a favor da democracia, contra o racismo. Você [Flávio] falou: “eu acho uma insensatez incentivar aglomeração”. Mas você incentivou seu filho a ir em uma passeata domingo [7] – apontou.  

Neste momento, Benjamin foi interrompido por Flávio, que disse: “eu não incentivei, só não proibi”. Benjamin também retrucou.

– Se o meu filho falar agora que vai sair no meio de uma multidão, eu vou dizer: “você não vai”. Desculpa, nós estamos no meio de uma pandemia. Se ele falar que é importante, eu vou dizer que, primeiro, o mais importante é a vida. “Se você sair, não volta mais”. Nós estamos falando de vida. Não estou discutindo o conteúdo [das passeatas] – afirmou.

O jornalista continuou, e questionou sobre a diferença entre um time de futebol e manifestantes.

– Por que eu não posso falar para 20 caras irem treinar num centro de treinamento fechado ao ar livre mas vou falar de num sei quantas mil pessoas em passeata? O vírus é seletivo? Ele [vírus] vai falar: “não, gente, aqui a causa é justa, não vamos lá”? – ironizou.

A discussão entre os dois jornalistas se tornou um dos principais assuntos no Twitter. A maioria dos usuários elogiou a fala de Benjamin que, segundo eles, apontou a contradição de Flávio Gomes em se dizer contra o retorno do futebol, mas naturalizar a participação do filho em um protesto com aglomeração.  

* Com informações do Pleno News

Dê sua opinião: