Segunda, 30 de março de 2020   -     16:24 |
5000onon

TV Clube tem 26 funcionários com suspeita de Coronavírus

Foto: Reprodução

A edição do Jornal Nacional, da Rede Globo, transmitido na noite da última sexta-feira (20) trouxe a informação de que 26 funcionários da TV Clube do Piauí apresentaram sintomas do Coronavírus, o que por determinação da Secretaria de Estado da Saúde (SESAPI), fez-se necessário colocar 100 colaboradores da emissora em quarentena. A informação foi dada pela apresentadora Renata Vasconcellos.

"Na rede Clube de Teresina 26 pessoas apresentaram sintomas e foram colocados como casos suspeitos de terem contraído o Coronavírus. Por determinação da Secretaria Estadual de Saúde, um total de 100 pessoas foi posto em quarentena", disse a jornalista.

Com este fato, a Globo Pernambuco assumiu a grade de programação da TV Clube

"Os telespectadores da rede clube tem sido informados pelos telejornais da Globo Pernambuco, que está divulgando também as notícias do Piauí", informou.

Já William Bonner, fez um relato sobre a ida de Marcelo Magno, apresentador da Rede Clube, que esteve nos estúdios Globo, no Rio de Janeiro, no início deste mês, quando apresentou a edição do 7 de março do Jornal Nacional. Marcelo foi diagnosticado com Coronavírus na última quinta-feira (19), sendo um dos quatro casos confirmados até o momento em Teresina. Ele está internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Prontomed na capital.

"Ele apresentou o JN no dia 7 de março no revezamento de colegas de todo Brasil, para isso o Magno chegou ao Rio na quinta-feira, dia 5, estava bem de saúde, no domingo (08), partiu do Rio para Teresina e passou 9h no aeroporto de Congonhas, em SP, para voo de conexão. A suspeita é de que tenha se infectado nesse período.

Ele começou a apresentar sintomas de gripe, depois de dois dias, terça-feira, já trabalhando em Teresina. Procurou um hospital, mas os médicos que o examinaram descartaram alguma infecção e o Magno voltou pra casa, na madruga do domingo, dia 15, ele teve febre, voltou pro hospital e foi internado. Anteontem, quarta-feira, queixou-se de muito cansaço. Foi levado pro CPI e posto em respiração mecânica.

Segundo boletim médico, hoje os exames mostraram melhora e foi reduzida a medicação que o mantém em coma induzido. O Marcelo Magno tem 37 anos de idade, a expectativa é que na próxima segunda-feira ele não precise mais de um respirador artificial".

* Com informações do Piauí Hoje

 

Dê sua opinião: