Quarta, 18 de setembro de 2019   -     05:21 |
5000onon

Miguel Falabella sobre vaidade: "Eu fui insuportável"

 Foto: Divulgação / TV Globo

Marisa Orth e Miguel Falabella estão em Portugal promover o filme inspirado na série 'Sai de Baixo' e o ator acabou conversando com a imprensa local, onde falou sobre o novo trabalho e também sobre a carreira na televisão, cinema e teatro.  

Durante entrevista, o ator falou sobre a nova forma de fazer humor: "Acho que o humor é o reflexo da civilização. Mas a civilização como um todo caiu no nível de educação... As pessoas leem menos, são menos informadas, o humor ficou menos verbal e mais físico. Não há nenhuma crítica nisso, é o que é. O mundo muda e as coisas mudam. Eu não posso me queixar, trabalho até hoje, tenho respeito dos meus pares, sou muito reverenciado pelas novas gerações, acho isso muito bom", disparou.

Miguel também falou quando foi acusado de ‘gordofobia’, porque disse a um jovem ator que tinha de emagrecer. "Não sei, também não estou preocupado. Ele me pediu uma opinião. Ele disse que era gordo e que não conseguia papéis e eu respondi: 'Então emagreça'. O que é que quer que eu faça? Acha que de repente o mundo vai mudar? O mundo não vai mudar. As pessoas são assim, as pessoas têm padrões estéticos, não fui eu que inventei o mundo assim. Não acho que ele deixe de trabalhar, há tantos atores gordos que são ótimos. [Mas] Se quer ser galã há um padrão", observou sobre a indústria.

O ator ainda relembrou algumas fases de sua carreira e como ele consegue lidar com a vaidade: "Eu fui insuportável. Agora não mais porque a gente aprende. Mas houve uma época em que nem eu me suportava. Mas a vida acaba por te ensinar", contou.

Miguel também comentou sobre a influência das redes sociais na vida dos artistas: "Há coisas muito positivas e há coisas abomináveis. Há verdadeiros massacres, muito ódio, muita polarização. Num país como o Brasil onde há uma grande lacuna educacional a gente ouve qualquer barbaridade. Mas nem estou nem aí. Apago e bloqueio", detonou.

* Com informações do Notícias ao Minuto

Dê sua opinião: