Segunda, 25 de outubro de 2021   -     23:23 |

Coluna Coluna Feitosa Costa

Urgente: Governo Federal reconhece estado de calamidade pública no Piauí por conta da covid-19

O Diário Oficial da União publica, nesta quinta-feira (27), portaria da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil que reconhece o estado de calamidade pública, em todo território do estado do Piauí, em decorrência da Covid-19.

De acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde, o Estado do Piauí registrou até ontem 926) 5.844 mortes causadas pela doença, 269.088 casos confirmados e 262.203 pacientes recuperados.

NOVA CARGA 

chegaram ontem ao estado mais 90.440 doses de vacinas. Com essa nova remessa de imunizantes, a secretaria vai iniciar a vacinação de trabalhadores de transportes aéreos e portuários.

“Vamos iniciar a vacinação de dois novos públicos formados pelos portuários e aeroportuários, essa população está contemplada no Plano Nacional de Imunização. Isto nos possibilitará avançar ainda mais na imunização da população piauiense”, disse o secretário da Saúde, Florentino Neto, à Agência de Notícias do Governo.

PEDIDO AO PRESIDENTE

Nesta semana, o vice-prefeito de Teresina, Robert Rios, disse que se o presidente Jair Messias Bolsonaro não mandar investimentos para o setor de saúde da capital, a sistema vai entrar em colapso por conta dos gastos acima de 50% das receitas.


"A única pessoa que pode ajudar é o presidente Bolsonaro. Não existe uma prefeitura que investe mais de 50% na saúde. As pessoas estão adoecendo e vindo pra cá, de várias cidades, sobrecarregando a saúde da capital. Eu acho que nossos 10 deputados e três senadores e falar com o presidente. Nossa capital vai entrar em colapso", declarou.

Dê sua opinião: