Sábado, 04 de dezembro de 2021   -     13:13 |

Ultimato: Dr. Pessoa dá 24 horas para os empresários de ônibus responderem proposta

O prefeito Dr. Pessoa (MDB)  está reunido com o secretário Joao Henrique Sousa (MDB) e os vereadores que fizeram parte da CPI dos Transportes. Participaram do encontro os vereadores Dudu (PT), que foi presidente da comissão, e o presidente da Câmara Municipal, vereador Jeová Alencar ( MDB).

O prefeito discute com os vereadores a proposta que será encaminhada aos empresários do transporte. Em seguida, Dr. Pessoa se reunirá com os secretários.

Segundo o prefeito, caso eles recusem, a prefeitura  já tem um plano “B” para colocar em ação. Apesar do prefeito não confirmar, a informação que se tem é que a alternativa seria a municipalização de 51% do setor de transporte.

“Convoquei todos os secretários para uma reunião às 9 h. Vamos apresentar uma proposta que foi feita com base na proposta apresentado por eles. É uma contraproposta. Em seguida, os empresários receberão a proposta da prefeitura e tem 24 horas para responderem. Não são 24 anos, são 24 horas. Se não aceitarem, temos um plano B”, destacou.

A proposta da prefeitura deve ser entregue aos empresários pelo secretário de Planejamento, João Henrique Sousa, que tem coordenado as conversas com o grupo. O prefeito afirmar querer resolver a situação o mais rápido possível.

“A prefeitura quer resolver. Nunca fechamos a porta ao diálogo. Foram os empresários que não se mostraram sensíveis no início.  Mas acreditamos que agora estamos no caminho certo para resolver. Queremos apresentar uma resposta para a sociedade”, disse.

Entre os pontos que estão na proposta da prefeitura, encontra-se a mudança na bilhetagem eletrônica. A prefeitura passará a ter o controle do sistema que hoje fica com o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina  (SETUT). O controle será feito pela Strans.

O governo do estado arcará com as gratuidades de categorias estaduais como policiais e a meia passagem dos estudantes do estado. A prefeitura também arcará com os custos da meia passagem dos estudantes do município.


*Fonte: Cidade Verde

Dê sua opinião: